SIS credencia primeiro hospital de transição e cuidados paliativos para atendimento no DF 

A proposta do convênio com o Hospital Total Health é oferecer aos beneficiários uma assistência humanizada e especializada para casos específicos.
24/03/2022 17:35

A rede própria de credenciados do SIS no Distrito Federal inaugurou no início deste mês o convênio com o Hospital Total Health, cuja proposta é atender de maneira humanizada e especializada na categoria de hospital de transição e de cuidados paliativos.

Hospitais de transição buscam prestar atendimento multidisciplinar e humanizado a pacientes  com doenças ou condições graves, que passaram por internação hospitalar e precisam completar o período de convalescência e recuperação num ambiente de cuidado ainda complexo, o que impossibilita a assistência no domicilio (home care).

A chefe do serviço de credenciamento do SIS, Viviane Schunemann, explica que esse é um novo modelo de atendimento hospitalar, com proposta de conciliar a tecnologia a uma assistência focada nas necessidades do paciente.

– O hospital de transição permite um cuidado mais amistoso, tanto para o paciente quanto para a família. Assim, a família pode estar junto, se preparar para assumir o cuidado do doente na fase seguinte de recuperação ou, nos casos de cuidados paliativos, estar mais junto da pessoa até o fim – ressalta Viviane.

 

 

O beneficiário pode ser transferido para essa modalidade de instituição quando apresenta quadro estável, mas ainda necessita de assistência especial para se reabilitar após perda importante de funcionalidade por doença ou trauma agudo. Assim, no hospital de transição ele é preparado para cuidados de longo prazo ou para manter a melhor qualidade de vida possível, caso esteja fora de possibilidades terapêuticas.

Joelma Nunes de Souza, da Coordenação de Autorização do SIS, acrescenta que o hospital de transição pode contribuir para a saída precoce do paciente das unidades gerais de internação, nos casos que exigem maior complexidade do que a assistência prestada no domicílio.

–  Posteriormente esses pacientes poderão ser admitidos em cuidado sistemático domiciliar ou, na melhor das hipóteses, terão alta médica dali mesmo – completa.

Regras

Para ser atendido no hospital de transição, o beneficiário deve se submeter à perícia do SIS, que avaliará se o paciente está apto para atendimento nessa modalidade a partir do relatório circunstanciado apresentado pelo médico assistente. O documento deve detalhar o quadro clínico e dar justificativa para a necessidade desse tipo de assistência.

O canal para envio do requerimento é o endereço eletrônico: sis@senado.leg.br

Além do relatório médico atualizado, deve-se informar o telefone do beneficiário ou do responsável que possa fornecer as informações necessárias à análise do pedido. A perícia poderá pedir exames complementares se considerar necessário.

Home care

A chegada de um hospital de transição não afeta, em nenhum caso, os convênios com as empresas de home care.

O Programa de Atenção Domiciliar, modalidade ampla e já ofertada pelo SIS, é uma assistência realizada em domicilio, onde é montada a estrutura necessária para o atendimento multidisciplinar do beneficiário, por um período que pode variar de curta a longa duração.

Assim, o paciente mantém contato próximo com a família e tem acesso a um atendimento que proporciona maior autonomia e independência, por meio da adaptação e participação nas atividades de cuidado. Você pode saber tudo sobre esse serviço no site do SIS (www.senado.leg.br/sis).

Clique no link: https://www12.senado.leg.br/institucional/sis/plano-de-saude-sis/assistencia-domiciliar

 

Contato

Central de Relacionamento SIS: (61) 3303-5000

Hospital Total Health - Brasília

Telefone: (61) 3247-2800 / 61 3247-2823 / 61 3247-2808 / (61) 99949-3940

Endereço: SHLS Conjunto A, SN, Edifício Pio X, Quadra 716 - Bloco B - Asa Sul