Vacina contra gripe está disponível aos beneficiários do SIS

Os beneficiários do SIS já podem tomar a vacina contra gripe em unidades específicas dos laboratórios DASA/Exame e Sabin no Distrito Federal a partir desta segunda-feira (11). Para isso, basta apresentar a carteirinha da rede direta de credenciamento do plano de saúde (fundo branco) e documento de identidade, não sendo necessários pedido médico nem autorização prévia.
11/04/2022 17:14

Os beneficiários do SIS já podem tomar a vacina contra gripe em unidades específicas dos laboratórios DASA/Exame e Sabin no Distrito Federal (veja lista abaixo), a partir desta segunda-feira (11). Para receber o imunizante, os interessados devem apresentar a carteirinha da rede direta de credenciamento do plano de saúde (fundo branco) e documento de identidade, não sendo necessários pedido médico nem autorização prévia.

Nas unidades credenciadas pelo SIS para aplicação da vacina, o beneficiário não deve fazer pagamento aos laboratórios, visto que o pagamento será realizado pelo SIS. Vale destacar que há coparticipação de 30%, cobrada pelo plano de saúde no contracheque.

Reembolso

Se a imunização for realizada em prestador de saúde não credenciado, de livre escolha do beneficiário, incluídos aí estabelecimentos que atendem nos 26 estados brasileiros, o beneficiário deverá fazer o pagamento no ato da vacina.

Nesses casos, o reembolso poderá ser solicitado e tem como limite R$ 75,00. No valor, há desconto da coparticipação, equivalente a 30%. Para solicitar o reembolso, o beneficiário deve enviar o formulário de reembolso e a nota fiscal da vacina para o e-mail ressarcimento.sis@senado.leg.br .

Imunização

O imunizante fornecido pela rede pública de saúde é trivalente e protege contra 3 cepas do vírus influenza. Já na rede particular de saúde, a vacina disponível é quadrivalente e protege contra dois subtipos da cepa A (H1N1 Victoria e H3N2 Darwin) e dois subtipos de cepas B (Victoria e Yamagata). As cepas A e B respondem pela maior parte das gripes fortes, enquanto a tipo C provoca infecções respiratórias brandas.

A gripe é uma doença sazonal e por isso a vacina é atualizada a cada ano. O imunizante é elaborado a partir dos subtipos do vírus influenza mais frequentes a cada ano e indicados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O imunizante é recomendado para segmentos da população como idosos, crianças, pessoas com comorbidades, como diabetes, e quem convive com pessoas que fazem parte desses grupos. Mas a cobertura do SIS não é restrita aos grupos de risco, devendo o beneficiário interessado na imunização observar apenas as contraindicações dos fabricantes das vacinas e dos órgãos sanitários. De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização é contraindicada para menores de seis meses, pessoas com febre e alérgicos a ovo.

Caso a pessoa vacinada adoeça por gripe, é esperado que o imunizante reduza a carga do vírus, bem como os sintomas, que nos tempos atuais podem ser confundidos com os da covid.

Covid

A Cobertura vacina contra a gripe pelo SIS, em caráter excepcional, vai ao encontro de mais uma estratégia do Ministério da Saúde no combate à pandemia da COVID-19. A campanha de vacinação contra influenza visa reduzir a quantidade e a gravidade de quadros respiratórios gripais no país, e consequentemente a redução de internações hospitalares por síndromes respiratórias gripais.

É recomendável um intervalo mínimo de 14 dias entre a vacina da gripe e outras vacinas que o beneficiário tenha tomado, inclusive contra covid. Assim, se evita a sobreposição de eventuais efeitos colaterais das vacinas e também o cruzamento de vários vírus (coronavírus e influenza, por exemplo) no organismo, ainda que inativos.

Onde tomar

A vacina da gripe está disponível com uso da carteirinha de fundo branco nas unidades dos laboratórios DASA/Exame e Sabin listadas abaixo: