SIS começa a receber candidaturas para Conselho de Supervisão

O Conselho de Supervisão SIS terá uma nova composição em breve. No dia 14 de abril serão eleitos os quatro novos conselheiros representantes dos servidores.
17/03/2021 15:00

O Conselho de Supervisão SIS terá uma nova composição em breve. No dia 14 de abril  serão eleitos os quatro novos conselheiros representantes dos servidores. Para a segurança de todos, em função da pandemia, os votos serão exclusivamente eletrônicos, por meio do Ergon, na Intranet.

Os conselheiros serão escolhidos da seguinte forma: os titulares efetivos que são da ativa elegem os dois conselheiros da ativa. Já os titulares aposentados votam em dois representantes dos aposentados. O desempenho da função de conselheiro é exclusivo de servidores efetivos e o trabalho não é remunerado.

Quem quiser se candidatar a uma das vagas deve preencher a ficha de candidatura disponível na Central de Serviços Administrativos, na intranet. Ela também pode ser vista no anexo do edital que regulamenta as eleições ou clicando aqui.

Para quem preenche na Central de Serviços, o envio é automático. O candidato que não tem acesso à intranet pode encaminhar a ficha de candidatura por e-mail para sis@senado.leg.br, aos cuidados do presidente da Comissão Organizadora das eleições, o servidor Paulo Ricardo dos Santos Meira.

Ele destaca a importância de os servidores escolherem representantes para o colegiado, especialmente agora que o plano trabalha com uma rede própria de credenciados, paralela ao Saúde Caixa.

– O SIS é cada vez mais nosso, dessa forma o papel dos conselheiros é fundamental porque são representantes legítimos dos servidores aposentados e da ativa – diz Paulo Meira, que é assessor técnico da Secretaria de Gestão de Pessoas.

De acordo com ele, o trabalho dos conselheiros precisa ser “cuidadoso e estratégico”.

– O conselheiro precisa ter um duplo olhar: para com nossa saúde, como beneficiários, e para com a saúde financeira de nosso plano, para uma vida longa a ambos os lados.

O coordenador-geral de Saúde do Senado, Kairala Filho, avalia que a voz dos representantes do servidores no conselho seja fundamental para humanizar o plano, afastando seu caráter comercial, uma vez que o intuito não é o lucro, mas levar bons hospitais e bons profissionais aos associados.

– É um plano gerenciado por colegas nossos empenhados em garantir a saúde e o bem estar de nós mesmos. Nessa missão trabalhamos com o bem maior, a saúde da nossa própria população.

As candidaturas para o Conselho de Supervisão do SIS serão aceitas até as 18 horas do dia 26 de março de 2021. Será enviado um e-mail aos candidatos confirmando o recebimento da ficha de inscrição.

Atribuições

O Conselho de Supervisão é o órgão superior de deliberação do SIS. Cabe a ele fixar diretrizes administrativas e operacionais e adotar as decisões estratégicas que garantam a sustentabilidade das ações de prevenção da doença e a promoção, tratamento, recuperação e manutenção da saúde dos beneficiários inscritos no Sistema.

O Conselho de Supervisão se reúne na segunda quarta-feira de cada mês, em caráter ordinário, e a qualquer tempo, em caráter extraordinário. As votações do conselho são abertas, por maioria de votos, presente a maioria absoluta dos membros.

Integrantes

  O vice-presidente do Senado, como presidente;

  a diretora-geral do Senado, como vice-presidente;

  o diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas;

  o coordenador-geral de saúde da Secretaria de Gestão de Pessoas;

  o diretor da Secretaria de Finanças, Orçamento e Contabilidade;

  dois servidores efetivos ativos, inscritos no SIS, eleitos pelos funcionários efetivos em atividade beneficiários-titulares do SIS;

  dois servidores efetivos inativos, inscritos no SIS, eleitos pelos funcionários aposentados beneficiários-titulares do SIS.