Senado inicia vacinação da gripe por drive-thru nesta semana

Servidores ativos e aposentados, estagiários, menores aprendizes, terceirizados, senadores, ex-senadores e famílias poderão ser vacinados a partir desta quarta-feira no serviço médico.
09/06/2021 09:10

O Instituto Butantan doou ao Senado Federal, nesta terça-feira (8), cerca de quatro mil doses de vacina da gripe (influenza). O material é excedente da campanha nacional de vacinação de 2021 e deve começar a ser aplicado a partir desta quarta-feira num revezamento de drive-thru e de pedestres. O imunizante, aplicado em dose única, previne complicações da gripe, como mortes, internações e sobrecarga nos serviços de saúde, além de minimizar sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19. De acordo com a diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, a campanha mostra a preocupação do Senado com a saúde dos seus colaboradores (ouça aqui todo o comentário).

– Assim como em todos os anos, teremos agora disponível a vacina da gripe, uma proteção fundamental em tempos de pandemia porque até facilita o diagnóstico da covid a partir do momento que excluímos todos os outros tipos de gripe.

Podem tomar a vacina terceirizados, estagiários, comissionados, senadores, ex-senadores, menores aprendizes, servidores ativos e aposentados, bem como seus dependentes diretos (cônjuges, pais, filhos/enteados). É preciso apresentar identidade funcional, no caso de ativos e aposentados, ou documento que comprove a relação de parentesco, como certidões (nascimento ou casamento/união estável) e carteiras de identidade.

O chefe do Serviço Médico de Emergência (Semede), Jálisson Cavalcante, explica que o posto de vacinação funcionará a partir das 14h desta quarta-feira (9) no antigo prédio do SAMS (bloco 17). O horário da vacinação será das 9h às 12h e, à tarde, das 14h às 17h. Quem já tomou a vacina este ano nos postos de saúde e na rede privada não deve tomar novamente.

– Faremos como no ano passado, alternando os turnos entre drive-thru e pedestres. Se na segunda os carros forem atendidos de manhã, à tarde a preferência será dos pedestres, e vice-versa. Dessa forma quem tem carro ou quem está a pé será contemplado da mesma forma e de maneira organizada.

Jálisson lembra que a equipe médica seguirá os protocolos de distanciamento da Covid-19, mantendo espaço de dois metros entre cada pessoa, caso haja fila.

Contraindicações

A vacina é contraindicada para quem tem alergia grave (anafilaxia) a algum componente da fórmula: conservante timerosal, neomicina e proteína do ovo de galinha.

Toda vacina exige resposta do sistema imunológico, que durante cerca de duas semanas trabalha para produzir anticorpos. Para não sobrecarregar o organismo, orienta-se uma pausa de 15 dias entre qualquer tipo de vacina. Esse tempo é o suficiente para a imunidade voltar ao patamar normal.

- É por isso que estamos pedindo duas semanas de prazo entre a vacina da gripe e alguma dose da vacina da Covid-19, independentemente do fabricante. É essencial que esse prazo seja respeitado – alerta Jálisson. Ele também recomenda o adiamento da vacina caso a pessoa esteja com infecção em curso, como gripe, Covid, dores de garganta, febre, etc.

Crianças

Crianças de até oito anos de idade (inclusive) que nunca tenham tomado a vacina da gripe precisam ter a imunização divida em duas administrações com intervalo de um mês entre elas. Para não perder doses, o Senado não aplicará a vacina nesse público.

Caso a criança já tenha sido vacinada em anos anteriores, ela pode receber a vacina no Senado, porque nesse caso a dose será única. Bebês de 6 meses a 35 meses de idade (inclusive), receberão 0,25 ml. Crianças de 36 meses a 8 anos de idade (inclusive) devem tomar dose única de 0,5 ml se já foram vacinadas para gripe em outros anos. Adultos e crianças a partir de 9 anos de idade, mesmo que nunca tenham sido vacinados, recebem dose única de 0,5 ml.

SIS

A vacina doada pelo Butantan é trivalente, ou seja, protege contra o subtipo A (H1N1 e H3N2) e o subtipo B – as formas mais graves da doença. Nas clínicas particulares, as vacinas da gripe têm proteção tetravalente, porque geram anticorpos para duas cepas diferentes do tipo B, conhecidas como Victoria e Yamagata. A quarta cepa que compõe a vacina quadrivalente é rara no Brasil.

Para os usuários do SIS, a vacina tetravalente está disponível nas unidades de vacina do Laboratório Sabin de Brasília. Basta apresentar a carteira e documento de identidade. Não é necessário autorização prévia nem pedido médico.

Como o convênio entre o SIS e o laboratório estabeleceram em R$ 90,00 o valor de cada dose, a coparticipação cobrada pelo SIS em contracheque terá o valor de R$ 27,00 por pessoa.

No restante das unidades Sabin, inclusive de outros estados, ou em outras clínicas ou laboratórios, o usuário do SIS deverá pagar e poderá pedir o reembolso apresentando a nota fiscal. O valor máximo de reembolso será de R$ 120,00. Esse valor não é o final, ainda será descontada coparticipação de 30%.