Covid-19, gripe ou resfriado? Saiba diferenciar

De fato, os sintomas mais comuns da covid-19 – tosse, falta de ar, dificuldade em respirar, dor de garganta e febre – se assemelham aos da gripe ou resfriado, o que facilita confundir as três coisas. O problema é que o coronavírus não espera e seu avanço causa uma corrida contra o tempo...
15/02/2021 16:00

Em quase um ano de pandemia a maioria das pessoas já se perguntou se aqueles espirros ou a dor de garganta que apareceu de repente eram um simples resfriado ou a temida covid. De fato, os sintomas mais comuns da covid-19 – tosse, falta de ar, dificuldade em respirar, dor de garganta e febre – se assemelham aos da gripe ou resfriado, o que facilita confundir as três coisas.

O problema é que o coronavírus não espera e seu avanço causa uma corrida contra o tempo. Entre o risco de pegar covid no hospital ou ficar em casa esperando a evolução, muita gente tem apostado errado e já chega na emergência com a saúde comprometida. O número de pessoas morrendo em casa já é o maior dos últimos anos em vários estados e no Distrito Federal.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) esclarece que tanto resfriado quanto gripe e covid atingem o sistema respiratório, mas se diferenciam quanto à evolução e duração. O resfriado, que das três doenças é a mais leve, geralmente se cura sozinho em três dias e pode ser causado por mais de cem tipos diferentes de rinovírus ou por outros coronavírus que não o conhecido como SARS-CoV-2, causador da covid-19. Em artigo publicado no jornal espanhol El País, a epidemiologista María Elisa Calle explicou que os sintomas mais característicos do resfriado são coriza, olhos lacrimejando, congestão nasal e a sensação de estar febril, mas sem febre expressiva. Se há uma tosse, ela vem com expectoração, do tipo "tosse úmida". É possível aparecer dor de garganta também.

Já a gripe e a covid-19 são mais parecidas entre si e, portanto, a confusão fica mais comum. As duas podem causar diarreia, náuseas e, mais raramente, vômitos. A tosse é seca, a febre é alta e ambas vêm acompanhadas de mal-estar.  Só que no caso da gripe, a sensação é de dor muscular, enquanto na covid a sensação é de cansaço extremo.

Um ponto importante ressaltado pela médica é que os sintomas da gripe (caudada por influenza tipo A, influenza tipo B, influenza tipo C e parainfluenza, por exemplo) aparecem de forma repentina, enquanto na covid-19 chegam lentamente, indo de leves a severos com sensação de cansaço e perda do olfato, inclusive nos casos leves.

Na covid-19 a pessoa se contagia e um dia está um pouquinho mal, no dia seguinte um pouco pior, no outro ainda pior, e então é quando aparece a febre alta e a sensação de cansaço. E costuma ser acompanhada de perda de olfato – acrescentou Maria Calle, que é professora titular da Faculdade de Medicina da Universidade Complutense de Madri.

De acordo com ela, o primeiro a fazer é observar a evolução. Se com o mal-estar vem depois tosse forte, febre e sensação de cansaço, o melhor é procurar um serviço de saúde para confirmar ou descartar o coronavírus por meio do exame PCR, considerado padrão-ouro para a doença.


Foto: Imagem de Mojpe/Pixabay