Campanha de vacinação da gripe termina dia 30

Fase final é aberta a familiares de pensionistas, terceirizados, senadores e ex-senadores, menores aprendizes, estagiários, comissionados, servidores efetivos ativos e aposentados.
17/06/2021 15:09

Mais de 1,8 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe pelo serviço médico do Senado desde o início da campanha, no dia 9 de junho. As doses estão sendo aplicadas de segunda a sexta no antigo prédio do SAMS (bloco 17) em sistema de drive-thru e em fila de pedestres, simultaneamente. O último dia da imunização deve ser 30 de junho.

Ainda há cerca de duas mil doses do imunizante, o que permite abrir essa última etapa da vacinação para familiares de pensionistas, terceirizados, senadores e ex-senadores, menores aprendizes, estagiários, comissionados, servidores efetivos ativos e aposentados. Os colaboradores que ainda não receberam a dose estão sendo incentivados a tomar para que se reduza a incidência da gripe no local de trabalho.

A vacina da gripe é excedente da campanha nacional de vacinação e foi doada pelo Instituto Butantan no início de junho. Aplicada em dose única, previne complicações como mortes, internações e sobrecarga nos serviços de saúde, além de minimizar sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

Contraindicações

A vacina é contraindicada para quem tem alergia grave (anafilaxia) a algum componente da fórmula: conservante timerosal, neomicina e proteína do ovo de galinha.

Toda vacina exige resposta do sistema imunológico, que durante cerca de duas semanas trabalha para produzir anticorpos. Para não sobrecarregar o organismo, orienta-se uma pausa de 15 dias entre qualquer tipo de vacina. Esse tempo é o suficiente para a imunidade voltar ao patamar normal. Ou seja, quem tomou o imunizante contra a covid-19 ou vai tomar nos próximos dias precisa esperar pelo menos duas semanas de prazo para receber a da gripe.

Crianças de até oito anos de idade (inclusive) que nunca tenham tomado a vacina da gripe precisam ter a imunização divida em duas administrações com intervalo de um mês entre elas. Para não perder doses, o Senado não aplicará a vacina nesse público.

Caso a criança já tenha sido vacinada em anos anteriores, ela pode receber a vacina no Senado, porque nesse caso a dose será única. Bebês de 6 meses a 35 meses de idade (inclusive), receberão 0,25 ml. Crianças de 36 meses a 8 anos de idade (inclusive) devem tomar dose única de 0,5 ml se já foram vacinadas para gripe em outros anos. Adultos e crianças a partir de 9 anos de idade, mesmo que nunca tenham sido vacinados, recebem dose única de 0,5 ml.

Trivalente

A vacina doada pelo Butantan é trivalente, ou seja, protege contra o subtipo A (H1N1 e H3N2) e o subtipo B – as formas mais graves da doença. Nas clínicas particulares, as vacinas da gripe têm proteção tetravalente, porque geram anticorpos para duas cepas diferentes do tipo B, conhecidas como Victoria e Yamagata. A quarta cepa que compõe a vacina quadrivalente é rara no Brasil.