Ferramentas Pessoais
Acessar

Davi recebe ministro da saúde no Amapá para destravar a saúde do estado

08/03/2019 16:55
Davi recebe ministro da saúde no Amapá para destravar a saúde do estado

Davi recebe ministro da saúde no Amapá para destravar a saúde do estado

No próximo domingo (10), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), se une à bancada federal, ao governador do Amapá, Waldez Góes, e ao prefeito de Macapá, Clécio Luís, para juntos receberem o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em Macapá, capital do Amapá. Durante todo o dia, eles vão visitar hospitais em obras em busca de investimentos que proporcionem melhor atendimento à população.

Às 10h30, o grupo vai ao Hospital Universitário, em construção nas dependências da Universidade Federal do Amapá (Unifap); às 12h, visita a maternidade de Santana, na região metropolitana de Macapá; e, às 16, se dirige ao Hospital de Traumas, planejado para substituir o antigo Hospital Metropolitano, que está totalmente deteriorado. Segundo o presidente do Senado, a presença do ministro Mandetta representa um aceno positivo no avanço da saúde pública do estado.

“O Hospital Universitário está praticamente concluído, estamos prestes a entrar na fase de compra de equipamentos. Será um grande ganho para a população amapaense em relação ao atendimento de média e alta complexidade. Mas nossas deficiências são históricas, por isso, estou otimista com a presença do ministro Mandetta no Amapá. Ele é um gestor capaz de incluir a saúde amapaense na rota da excelência”, defendeu Davi.

O ministro anunciará quais setores e a quantidade de recursos que serão destinados ao Amapá, às 13h, no Ceta Ecotel. A liberação de emendas e outras fontes que garantam a conclusão de obras para a saúde do estado faz parte da carta de prioridades definida pela bancada federal, em Brasília, ainda no mês de fevereiro.

Duas entrevista coletivas estão previstas. A primeira, após a visita ao Hospital Universitário, com o presidente do Senado e as demais lideranças políticas. A segunda, depois do anúncio sobre a liberação de recursos para a saúde do Amapá, com Davi Alcolumbre e o ministro Luiz Henrique Mandetta.