Ferramentas Pessoais
Acessar

Entrega do prêmio Bertha Lutz tem a participação de Renan

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado - Quarta-Feira, 6 de Março de 2013
06/03/2013 00:00

Na manhã desta quarta-feira (6), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), participou de uma série de homenagens promovida pelo Senado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março. Entre os eventos programados está a exposição As Cidadãs e a Constituição: 25 anos de lutas e conquistas no Brasil, aberta pelo presidente Renan. A mostra relata a luta das mulheres brasileiras em busca de justiça, igualdade e direitos humanos, durante o processo de redemocratização do Brasil. A solenidade contou com a presença da ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci.

Após a abertura da exposição, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), presidiu a Sessão Solene do Congresso Nacional destinada a comemorar o Dia Internacional da Mulher. Durante o evento foi feita a entrega do Diploma "Mulher-cidadã Bertha Lutz 2013". A homenagem promovida pelo Senado está na 12º edição e premia mulheres que tenham oferecido relevante contribuição na defesa dos direitos da mulher e questões do gênero no Brasil. O diploma leva o nome de Bertha Lutz pioneira do movimento feminista no Brasil e responsável pela articulação política que resultou nas leis que deram direito de voto às mulheres e igualdade de direitos políticos nos anos 20 e 30.

Entre as agraciadas na edição de 2013 estão a deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), a educadora Adélia Moreira Pessoa, as ativistas Amabília Vilaronga de Pinho Almeida e Telma Dias Ayres e a missionária Luzia Santiago.

No seu discurso, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ressaltou que as comemorações do Dia Internacional da Mulher - oficializado pelas Nações Unidas em 1977 – não deve encerrar a luta para fazer valer os direitos femininos em relação aos homens. "Esta luta é permanente. Esse momento solene deve servir para ressaltar a importância das mulheres em todos os âmbitos da vida nacional. Nada justifica que, apesar das cotas, tenhamos tão baixa representatividade no Parlamento, quando sabemos que as mulheres compõem a maioria da população do país", avaliou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

No encerramento do discurso, Renan reiterou que vai colocar em votação até o final deste mês a PEC que estende ao empregado doméstico todos os direitos trabalhistas.

 

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado