Ferramentas Pessoais
Acessar

Senado entrega Prêmio Bertha Lutz em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Em um discurso no Plenário, Eunício reafirmou a necessidade de apoio permanente voltado à igualdade e aos direitos da mulher. O senador lembrou que o Diploma Bertha Lutz é um tributo do Senado Federal à causa feminina e às questões de gênero no país.
07/03/2018 12:00
Senado entrega Prêmio Bertha Lutz em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Senado entrega Prêmio Bertha Lutz em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Foto: Marcos Brandão

Personalidades que contribuíram para a luta pelos direitos da mulher e para o debate sobre as questões de gênero receberam em sessão no Plenário do Senado, nesta quarta-feira (7), o Diploma Bertha Lutz. O evento é em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), comandou a sessão solene do Congresso Nacional onde foi entregue o Diploma Bertha Lutz a 26 mulheres que, em 2017, contribuíram para a defesa dos direitos femininos no país.

Em um discurso no Plenário, Eunício reafirmou a necessidade de apoio permanente voltado à igualdade e aos direitos da mulher. O senador lembrou que o Diploma Bertha Lutz é um tributo do Senado Federal à causa feminina e às questões de gênero no país.

“Este ano, teremos ainda a comemoração dos 30 anos da promulgação da Constituição de 1988.

Em razão disso, nossas colegas senadoras propuseram que se concedesse, excepcionalmente, o Diploma Bertha Lutz a todas as 26 mulheres que, como deputadas, participaram da Assembleia Nacional Constituinte.

Lamentavelmente, seis delas já não estão entre nós. O que nos impede de homenagear suas memórias e o seu trabalho.

Embora pequena, foi uma bancada feminina que deixou marcas históricas na Constituição Federal em vigor, quando lutaram pelos direitos da mulher nas mais variadas frentes.

E, não foi apenas no tema da mulher que essas constituintes deixaram suas marcas.

Com a sensibilidade social, senso de justiça e inteligência política, elas influenciaram de maneira decisiva vários temas do texto constitucional”, destacou Eunício

O presidente do Senado afirmou também que a participação das mulheres na política ainda é insatisfatória

“Temos hoje, felizmente, uma bancada feminina triplicada em relação à da Constituinte de 1988. Reconhecemos, porém, que ela ainda é insatisfatória do ponto de vista de uma representação mais adequada”, disse Eunício.

O presidente do Senado destacou as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres e enfatizou que é necessário manter acesas essas lutas.

“Se olharmos para o que acontecia no mundo há 100 anos, temos a sensação que vivíamos situações impossíveis, como se fossem histórias de ficção.

Como vimos recentemente, nos episódios de assédio sexual nos campos das artes e dos esportes, com grande repercussão nos Estados Unidos e na Europa, por exemplo.

Essa é uma das lutas incessantes, que só terá fim quando os direitos das mulheres forem plenamente respeitados. Quando a cultura masculina superar o atraso do machismo e da violência”, finalizou Eunício.

Agraciadas

Na 17ª edição do Diploma Bertha Lutz foram agraciadas:

 

  1. 1. Abgail Feitosa, apresentou 166 emendas e teve 29 aprovadas;
  2. 2. Anna Maria Rattes, apresentou 468 emendas e teve 120 aprovadas. É segunda vice-presidente da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher e membro da Subcomissão dos Direitos Políticos, dos Direitos Coletivos e Garantias;
  3. 3. Benedita da Silva, apresentou 93 emendas e teve 25 aprovadas. Membro da Subcomissão dos Negros, Populações Indígenas, Deficientes e Minorias e da Comissão da Ordem Social. Suplente da Mesa da Assembleia Constituinte;
  4. 4. Beth Azize, apresentou 43 emendas e teve 12 aprovadas. Membro da Subcomissão de Princípios Gerais, Intervenção do Estado, Regime da Propriedade do Subsolo e da Atividade Econômica e da Comissão da Ordem Econômica;
  5. 5. Beth Mendes, licenciou-se do mandato de deputada federal constituinte em 15 de março de 1987 para exercer o cargo de secretária da Cultura do Estado de São Paulo;
  6. 6. Cristina Tavares, apresentou 227 emendas e teve 95 aprovadas. Membro da Subcomissão da Ciência e Tecnologia e da Comunicação, da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes, da Ciência e Tecnologia da Comunicação e da Comissão de Sistematização;
  7. 7. Dirce Tutu Quadros, apresentou 56 emendas e teve 9 aprovadas. Membro da Subcomissão dos Direitos e Garantias Individuais e da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher;
  8. 8. Eunice Michilis, apresentou 193 emendas e teve 54 aprovadas. Membro da Subcomissão da Família, do Menor e do Idoso e da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes, da Ciência e Tecnologia da Comunicação;
  9. 9. Lídice da Mata, apresentou 196 emendas e teve 32 aprovadas. Membro da Subcomissão do Sistema Eleitoral e Partidos Políticos e da Comissão da Organização Eleitoral, Partidária e Garantias das Instituições;
  10. 10. Lúcia Brega, apresentou 117 emendas e teve 32 aprovadas. Primeira vice-presidente da Subcomissão dos Direitos e Garantias Individuais e membro da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher;
  11. 11. Lúcia Vânia, apresentou 143 emendas e teve 48 aprovadas. Membro da Subcomissão dos Direitos e Garantias Individuais e membro da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher;
  12. 12. Márcia Kubitschek apresentou 42 emendas e teve 17 aprovadas. Membro da Subcomissão da Educação, Cultura e Esportes e da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes, da Ciência e Tecnologia e da Comunicação;
  13. 13. Maria de Lourdes Abadia, apresentou 70 emendas e teve 21 aprovadas. Segunda vice-presidente da Subcomissão da Saúde, Seguridade e do Meio Ambiente e membro da Comissão da Ordem Social;
  14. 14. Maria Lúcia Mello de Araújo, apresentou 11 emendas e teve 2 aprovadas e membro da Subcomissão da Família, do Menor e do Idoso e da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes; da Ciência e Tecnologia e da Comunicação;
  15. 15. Marluce Pinto, apresentou 53 emendas e teve 16 aprovadas. Membro da Subcomissão da União, Distrito Federal e Territórios e da Comissão da Organização do Estado;
  16. 16. Moema São Thiago, apresentou 98 emendas e teve 30 aprovadas. Membro da Subcomissão de Garantia da Constituição, Reformas e Emendas e da Comissão da Organização Eleitoral, Partidária e Garantias das Instituições;
  17. 17. Myrian Portella, apresentou 174 emendas e teve 53 aprovadas e é membro da Subcomissão da Questão Urbana e Transporte e da Comissão da Ordem Econômica;
  18. 18. Raquel Cândido, apresentou 75 emendas e teve 23 aprovadas. Membro da Subcomissão de Princípios Gerais, Intervenção do Estado, Regime da Propriedade do subsolo e da Atividade Econômica e da Comissão da Ordem Econômica;
  19. 19. Raquel Capiberipe, apresentou 133 emendas e teve 44 aprovadas. Membro da Subcomissão da Política Agrícola e Fundiária e da Reforma Agrária e da Comissão da Ordem Econômica;
  20. 20. Rita Camata, apresentou 218 emendas e teve 66 aprovadas. Membro da Subcomissão da Família, do Menor e do Idoso e da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes;
  21. 21. Rita Furtado, apresentou 66 emendas e teve 19 aprovadas. Membro da Subcomissão da Ciência e Tecnologia e da Comunicação e da Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes; da Ciência e Tecnologia e da Comunicação;
  22. 22. Rose de Freitas, apresentou 87 emendas e teve 13 aprovadas. Membro da Subcomissão do Sistema Financeiro e da Comissão do Sistema Tributário, Orçamento e Finanças;
  23. 23. Sadie Hauache, apresentou 132 emendas e teve 51 aprovadas. Membro da Subcomissão da Defesa do Estado, da Sociedade e de sua Segurança e da Comissão da Organização Eleitoral, Partidária e Garantias das Instituições;
  24. 24. Sandra Cavacanti, apresentou 214 emendas e teve 64 aprovadas. Membro da Comissão de Sistematização;
  25. 25. Wilma de Faria, apresentou 82 emendas e teve 26 aprovadas. É membro da Subcomissão dos Direitos dos Trabalhadores e Servidores Públicos e da Comissão da Ordem Social; e
  26. 26. Irma Passoni, apresentou 226 emendas e teve 71 aprovadas. Membro da Subcomissão da Política Agrícola e Fundiária e da Reforma Agrária e da Comissão da Ordem Econômica;

 

Bertha Lutz

Zoóloga de profissão, Bertha Maria Júlia Lutz é conhecida como a maior líder na luta pelos direitos políticos das mulheres brasileiras. Ela se empenhou pela aprovação da legislação que outorgou o direito às mulheres de votar e de serem votadas.

A premiação promovida pelo Senado, ocorre anualmente. Até hoje, apenas um homem, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, recebeu o diploma.  O Conselho do Diploma, presidido pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS), é responsável pela escolha dos nomes.