Ferramentas Pessoais
Acessar

Presidente do Senado recebe Ordem do Mérito Judiciário Militar Grã-Cruz

A OMJM foi criada pelo Superior Tribunal Militar (STM), em 12 de junho de 1957, para reconhecer pessoas e instituições que tenham prestado relevantes serviços à Justiça Militar da União.
28/03/2019 13:15
Presidente do Senado recebe Ordem do Mérito Judiciário Militar Grã-Cruz

Presidente do Senado recebe Ordem do Mérito Judiciário Militar Grã-Cruz. Foto: Marcos Brandão

Nesta quinta-feira (28), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), recebeu o mais alto grau da comenda da Ordem do Mérito Judiciário Militar (OMJM): o Grã-Cruz. A cerimônia de entrega da homenagem marca o aniversário da Justiça Militar da União, criada em 1º de abril de 1808, pelo príncipe regente Dom João.

“Agradeço sinceramente aos que assim percebem minha dedicação e me julgam merecedor de tamanha homenagem, mas quero dizer a estes, e a todos aqui presentes, que eu pretendo fazer jus à Ordem do Mérito não só pelo que já produzi, mas, principalmente, pelo que ainda poderei fazer como homem público patriota e devotado ao Brasil”, disse Davi.

A OMJM foi criada pelo Superior Tribunal Militar (STM), em 12 de junho de 1957, para reconhecer pessoas e instituições que tenham prestado relevantes serviços à Justiça Militar da União. Além de ser uma forma de reconhecimento dos trabalhos prestados pelos próprios integrantes da Casa, a comenda também é dirigida para outras instituições.

“Como Presidente do Senado e do Congresso Nacional, sei que não são poucas as responsabilidades e não são pequenos os desafios que me esperam nos próximos anos. O Brasil precisa de transformações urgentes para destravar seu desenvolvimento econômico e social, e o Parlamento tem papel preponderante nesse processo”, declarou o presidente do Senado.

Entre os desafios que o Congresso Nacional precisa enfrentar, Davi Alcolumbre defendeu as votações das reformas da previdência e tributária e acrescentou que as providências para melhorar a saúde, a educação, e a infraestrutura do país também não podem ser adiadas.

“O Brasil precisa, para ontem, de mais e melhores escolas, mais e melhores hospitais, mais e melhores estradas de ferro e de rodagem, mais e melhores hidrovias. O Brasil precisa se abrir para o mundo, se modernizar, investir em tecnologia e inovação. O Brasil precisa aproveitar seu potencial turístico. O Brasil precisa cuidar do seu meio ambiente e dos seus recursos naturais”, argumentou o presidente do Senado.

Além de Davi, o presidente da República, Jair Bolsonaro; o vice-presidente, Antônio Hamilton Mourão; e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, foram agraciados com a comenda. Diante deles e de outros homenageados, o presidente do Senado se disse honrado e citou a frase do físico e matemático Isaac Newton: “Se eu vi mais longe, foi por estar sobre ombros de gigantes”.

“O Brasil conta com quadros do mais alto nível no Parlamento e fora dele, no mundo jurídico, nas universidades, no empresariado e na sociedade civil organizada. Muitos desses quadros estão aqui hoje, recebendo, como eu, a Ordem do Mérito Judiciário Militar Grã-Cruz. São esses os gigantes a quem me refiro e de quem espero auxílio qualificado na dificílima missão de viabilizar o Brasil”, concluiu o presidente do Senado.