Ferramentas Pessoais
Acessar

Em solenidade marcada pela emoção, Davi inaugura espaço João Cláudio Netto Estrella

João Cláudio era jornalista da TV Globo, produtor dos telejornais da emissora e trabalhava como setorista no Senado há 13 anos. Vítima de pneumonia, João Cláudio faleceu em 29 de junho, aos 38 anos de idade.
26/11/2019 22:20

Cumprindo projeto de resolução aprovado por unanimidade no plenário, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, reinaugurou, nesta terça-feira (26), em solenidade de muita emoção, o “Aquário”, que passou a se chamar João Cláudio Netto Estrella.

O espaço, em formato circular, está situado ao lado do Plenário do Senado e abriga fotógrafos e jornalistas da Agência Senado e de veículos privados de comunicação de todo o Brasil.

João Cláudio era jornalista da TV Globo, produtor dos telejornais da emissora e trabalhava como setorista no Senado há 13 anos. Vítima de pneumonia, João Cláudio faleceu em 29 de junho, aos 38 anos de idade.

Davi Alcolumbre destacou que os parlamentares da Casa sempre fizeram referência à "forma cordial, desprendida e elegante" com que João Cláudio exercia a profissão.

“Essa proposição [que sugeriu a homenagem] foi idealizada pelo senador Randolfe Rodrigues, que me deu a honra de subscrevê-la. Eu não tenho dúvidas, pelo que conhecíamos do João, que esta homenagem será dividida com todos os profissionais da imprensa, que usam esse espaço para informar a sociedade dos acontecimentos do Congresso, em especial do Senado”, afirmou o presidente.

Representando a TV Globo, a repórter Zileide Silva, que também confortava os familiares de João, contou que o desejo de trazer, ao Senado, a ideia de homenagear o amigo surgiu ainda no velório dele, quando os companheiros de profissão comentavam como seria difícil voltar ao “Aquário’, local que era quase uma extensão da casa daquele jornalista.

“Nós brincávamos que João Cláudio já estava entrando no segundo mandato de repórter que cobre o Senado, porque já estava indo para o 13º ano. Era uma cobertura difícil e delicada, mas que ele adorava fazer — afirmou Zileide, que leu um texto feito pelo jornalista Marcos Losekann em homenagem a João.

O senador Randolfe Rodrigues, autor do Projeto de Resolução do Senado (PRS 75/2019) que de imediato foi apoiado por diversos senadores em homenagem ao jornalista, agradeceu a Maria Luiza Netto, mãe de Estrella, e Maria do Rosário Netto, tia, as quais ele chamou, carinhosamente, de “mães de João”, já que era dessa forma que ambas eram tratadas e consideradas pelo jornalista.

Para Davi, foi com profissionalismo e correção para apurar os fatos que João Cláudio, que tinha ‘Estrella’ até no nome, brilhou. E deixou saudades.

“Espero que este espaço guarde o reconhecimento do Senado Federal a um jornalista cuja morte precoce deixou a imprensa mais pobre e cuja vida nos enriqueceu com exemplos de amizade, correção, generosidade e profissionalismo”, afirmou o presidente.

Maria Luiza e Maria do Rosário, mãe e tia, gêmeas idênticas também no amor a João, se emocionaram muitas vezes ao longo da cerimônia.

“Primeiramente gratidão a Deus por ter nos dado uma pessoa tão íntegra, tão boa, tão justa. E, também, o agradecimento aos amigos dele e a toda a imprensa, ele tinha amizades incontáveis”, disse Maria do Rosário Netto, a quem coube agradecer a homenagem, em nome da família.