Ferramentas Pessoais
Acessar

Em sessão remota, Davi Alcolumbre lamenta os 30 mil óbitos por covid-19

Ao iniciar a sessão deliberativa remota, Davi Alcolumbre disse que o Congresso Nacional se soma às famílias que perderam seus entes na pandemia. Um minuto de silêncio foi feito pelos senadores em homenagens às vítimas.
02/06/2020 21:05
Em sessão remota, Davi Alcolumbre lamenta os 30 mil óbitos por covid-19

Em sessão remota, Davi Alcolumbre lamenta os 30 mil óbitos por covid-19. Foto: Marcos Brandão

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), lamentou a marca de mais de 30 mil óbitos em decorrência da covid-19 no país. Em balanço divulgado pelo ministério da Saúde nesta terça-feira (2), nas últimas vinte e quatro horas foram registrados mais de 1.262 novas mortes pela pandemia. Ao iniciar a sessão deliberativa remota, Davi Alcolumbre disse que o Congresso Nacional se soma às famílias que perderam seus entes na pandemia. Um minuto de silêncio foi feito pelos senadores em homenagens às vítimas.

"Infelizmente chegamos ao número de 30 mil brasileiros que perderam as suas vidas para esta pandemia. Uma tragédia de saúde pública que afeta às famílias, que perderam seus entes queridos, e a todos brasileiros”, afirmou o presidente do Senado.

“As ações do Parlamento brasileiro são para construir uma agenda propositiva de proteção dos brasileiros e, acima de tudo, o fortalecimento do sistema único de saúde, que tem sido o esteio na defesa dos milhões de brasileiros que não têm condições de ter um plano de saúde”, acrescentou Davi.

Em 9 de maio, o Congresso Nacional decretou luto oficial de três dias em razão dos 10 mil mortos oficial pela doença.

Ao final da tarde, Davi Alcolumbre participou da cerimônia remota de posse do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, como membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fake News

A deliberação do projeto sobre as fake news (PL 2630/2020), prevista para a sessão de hoje, foi adiada por Davi Alcolumbre para a próxima semana, após acordo firmado com o autor da matéria, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), o relator, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) e líderes.

"Além de garantir a contribuição de todos os senadores na construção do texto, o PL 2630/2020 deve assegurar que as pessoas possam continuar se manifestando livremente como como já garante nossa Constituição, mas ao mesmo tempo protegê-las de crimes virtuais”, escreveu Davi em uma mídia social.

Ações para combate à covid

Na sessão, o Plenário aprovou o Projeto de Lei (PL) 1542/2020, que suspende o ajuste anual dos preços de medicamentos e dos planos privados de assistência a saúde por 120 dias. O congelamento temporário dos preços dos serviços é uma medida para diminuir os impactos negativos da pandemia.

Segue à sanção o substitutivo da Câmara dos Deputados ao PL 1194/2020, que incentiva empresas a doar alimentos e refeições excedentes para pessoas, famílias ou grupos em situação de vulnerabilidade.