Ferramentas Pessoais
Acessar

Davi recebe Agenda Legislativa da Indústria 2019

Nesta terça-feira (2), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), presidiu sessão solene do Congresso Nacional para o lançamento da Agenda Legislativa da Indústria 2019.
02/04/2019 13:45

Nesta terça-feira (2), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), presidiu sessão solene do Congresso Nacional para o lançamento da Agenda Legislativa da Indústria 2019. O senador Rodrigo Pacheco (Democratas-MG) e o deputado Efraim Filho (Democratas-PB) foram os autores do pedido para realização da sessão que contou com a presença do presidente interino da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Afonso Ferreira.

“Quero saudar a Confederação Nacional da Indústria e todas as Federações e Associações envolvidas nesse trabalho tão qualificado. O resultado sinaliza de maneira objetiva, para o Congresso e para o Brasil, o que é importante para a indústria nacional, tornando mais claro o debate das proposições que aqui tramitam e as reivindicações desse importante setor da nossa economia”, disse Davi.

A Agenda da Indústria reúne 123 proposições legislativas em votação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal que são de interesse do setor em busca de desenvolvimento econômico e mais competitividade para as empresas brasileiras. Dessa lista, a CNI destaca uma pauta mínima com 14 matérias de maior impacto sobre o ambiente de negócio brasileiro, entre elas estão as reformas da previdência e tributária.

“Esta sessão tem também esse viés: o viés de que o Parlamento não pode se dissociar dos interesses de um setor importantíssimo para o Brasil. Tratar isso de forma clara, aberta e franca é sim exercermos a cidadania de homens e mulheres que foram eleitos pelo povo brasileiro para, nesta Casa, representarem setores importantes e fundamentais para a construção de um grande Brasil”, afirmou o presidente do Senado.

Davi Alcolumbre destacou ainda que cabe às duas casas Legislativas examinar as propostas levantadas pela Indústria e, conforme os consensos das lideranças partidárias, dar-lhes a devida prioridade. Segundo o presidente, ao fazer isso, deputados e senadores estarão contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do país, gerando emprego e renda para aqueles que mais precisam.

“O debate e o diálogo têm que ser uma constante em nossas vidas. E a clareza desse debate, o aprimoramento desse debate e esta sessão solene no Congresso Nacional é um sinal para a indústria brasileira. Contem com a Casa do povo e com a Casa da federação para debater propostas importante para o desenvolvimento do Brasil e para melhoria da qualidade de vida de todos os brasileiros”, enfatizou Davi.