Ferramentas Pessoais
Acessar

Davi defende PEC que amplia o orçamento impositivo

Nesta quarta-feira (27), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), defendeu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 34/2019, que determina a execução obrigatória de emendas parlamentares de bancada. O presidente declarou que uma emenda constitucional que garanta a destinação de recursos que beneficiem os brasileiros que vivem nos municípios terá o seu “total e irrestrito apoio”.
27/03/2019 17:55

Nesta quarta-feira (27), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), defendeu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 34/2019, que determina a execução obrigatória de emendas parlamentares de bancada. O presidente declarou que uma emenda constitucional que garanta a destinação de recursos que beneficiem os brasileiros que vivem nos municípios terá o seu “total e irrestrito apoio”.

“Eu sou um parlamentar municipalista, eu sempre defendi a descentralização dos recursos, e emendas parlamentares de deputados e senadores, de fato, são os únicos recursos que esses agentes políticos [prefeitos e governadores] têm para resolver os problemas das pessoas: fazer um hospital, fazer uma escola, fazer uma praça” afirmou Davi.

A PEC 34/2019, foi aprovada ontem na Câmara dos Deputados e encaminhada hoje para análise dos senadores e dois turnos de votação. Atualmente, já é impositivo o total das emendas individuais dos parlamentares, a proposta estende a obrigatoriedade de execução às emendas de bancada.

O presidente do Senado conversou com os jornalistas após participar da reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Para Davi, a presença do ministro demonstra o prestígio do governo com a Casa e a disposição dos senadores em melhorar o Brasil e colaborar na discussão das reformas.