Davi cobra providências e pede ações do governo federal no Amapá

"A situação do Amapá é dramática e as pessoas estão sofrendo. Expus ao presidente Bolsonaro a urgência de um auxílio extraordinário que possa recompor parte do prejuízo e dos estragos que a população vem amargando", disse Davi.
19/11/2020 19:50
Davi cobra providências e pede ações do governo federal no Amapá

Davi cobra providências e pede ações do governo federal no Amapá. Fotos: Divulgação/Planato

Paulo Guedes diz que há 'mecanismos' para compensar tragédia. Bolsonaro deve ir ao Amapá no sábado

O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, esteve reunido com o presidente Jair Bolsonaro na tarde desta quinta-feira (19). Na sequência, em busca de solução para a crise energética e seus efeitos sobre a população do estado, Davi também esteve com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

De Guedes, Alcolumbre ouviu que há "ferramentas e saídas disponíveis" para ajudar o Amapá em decorrência da tragédia energética.

"A situação do Amapá é de calamidade. O estado vive uma tragédia, e é preciso uma ação do governo federal para mitigar os prejuízos da população. Há saídas e mecanismos para isso" - afirmou o ministro.

Ao presidente Bolsonaro, Davi fez um contundente relato sobre as dificuldades por que passam os amapaenses.

"A situação do Amapá é dramática e as pessoas estão sofrendo. Expus ao presidente Bolsonaro a urgência de um auxílio extraordinário que possa recompor parte do prejuízo e dos estragos que a população vem amargando", disse Davi.

O presidente do Senado chamou o presidente Bolsonaro para ver de perto a situação no Amapá. A data não está confirmada, mas a expectativa é de que Bolsonaro desembarque em Macapá ainda neste sábado (21).

Assessoria de Imprensa Davi Alcolumbre