Interlegis e DataSenado apresentam Panorama do Legislativo Municipal

A plataforma foi criada para facilitar o acesso aos dados das Câmaras e dos municípios, com informações seguras e agilidade.
2021-11-24 19:50

Lançado na Marcha da União dos Vereadores do Brasil, em agosto deste ano, o site Panorama do Legislativo Municipal nasceu com a ideia do Interlegis de realizar um censo nas Câmaras Municipais em 2019. Veio a pandemia em 2020, e a ideia continuou sendo desenvolvida pelo Instituto DataSenado, convidado já em 2019 para colaborar com a empreitada: “A ideia do Panorama do Legislativo Municipal é tornar a informação acessível de maneira simples, rápida e eficiente para quem precisa dela para trabalhar, além de estimular a sociedade a usar essas informações disponíveis”, explicou o diretor-Executivo do ILB/Interlegis, Leonardo Barbosa.

Coordenador da equipe do Interlegis que deu início ao projeto, David Varchavsky complementou: "Estimular para que a sociedade utilize esses dados de forma fiscalizatória, participativa e propositória de mais e de melhores leis e políticas públicas", disse Varchavsky.

Secretária de Transparência do Senado Federal, Elga Lopes, agradeceu ao convite feito pelo ILB/Interlegis para participar do projeto. O que seria um censo acabou se tornando uma plataforma online, alimentada continuamente e em tempo real, e um instrumento de transparência que beneficia a nova classe política e todos cidadãos brasileiros: “Que com este Panorama, as pessoas conheçam mais as informações sobre o município ou o estado pesquisado e que outras instituições possam disponibilizar seus dados de forma corajosa e independente”, provocou Lopes.

A plataforma entra, agora, numa fase de curadoria coletiva com as instituições presentes no lançamento. Todos podem colaborar com sugestões para o aperfeiçoamento do site. A professora da UFMG, Fabiana Soares, teceu elogios : “É um sonho, uma ferramenta como essa é extremamente valiosa e vai auxiliar o trabalho dos gestores e, também, na avaliação do cumprimento das leis”. Presidente da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo - ABEL, Florian Madruga arrematou: “O Poder Legislativo brasileiro é um grande desconhecido da população e dos próprios servidores. Então, acredito que essa ferramenta será de grande valia para as Escolas do Legislativo e na formação de novos e melhores servidores e parlamentares ”, disse Madruga.

Paloma Castro, supervisão David Varchavsky.