Evento discute temas de interesse das câmaras

Senador Petecão apoiou a ação
2019-06-28 17:40

 

Jordão, no Acre, vai receber no dia 28 o Encontro Regional Interlegis. O evento faz parte de um conjunto de ações que o Interlegis está promovendo no Estado a pedido do Primeiro-Secretário, senador Petecão.

Os Encontros Interlegis são eventos institucionais de um dia com palestras sobre  temas variados, conforme o interesse e a necessidade da região.

Nesse encontro os temas Controle Externo, escolas legislativas, cerimonial, capacitação e a importância da atualização dos marcos jurídicos dos municípios serão apresentados por especialistas nas áreas.

O servidor da Primeira-Secretaria Francisco Biondo vai abrir o evento falando sobre a revisão dos chamados marcos jurídicos, Regimento Interno da Câmara e Lei Orgânica Municipal e voltará no final da manhã tratando de Cerimonial no Ambiente Legislativo.

Para explicar porque criar uma escola do Legislativo, Raquel Helena Faria fará a apresentação. Raquel é diretora da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Acre.

O tema Controle Externo exercido pelo Legislativo será abordado por Jeú Campelo Bessa, diretor geral de Fiscalização do Tribunal de Contas do Acre.

Telma Venturelli, do Instituto Legislativo Brasileiro, órgão do Senado que executa o Programa Interlegis, vai falar sobre a capacitação para o Legislativo.

A ida para Jordão foi um pedido específico do senador Petecão em março deste ano. “Meu sonho é fazer uma ação do Interlegis no Jordão”, disse o senador durante reunião no ILB, reunindo a direção da Escola do Legislativo da Assembleia do Acre.  Na ocasião, ele explicou que era importante utilizar a estrutura do Instituto “com sua mão de obra qualificada”, para levar o trabalho que é feito às regiões mais carentes e foram acertadas ações para o Estado, englobando tanto ações de Educação, quanto fornecimento de produtos tecnológicos.

Depois disso o ILB já enviou técnicos do Interlegis três vezes em Rio Branco realizando um encontro e três oficinas. Duas tecnológicas e uma de revisão de marcos jurídicos. Agora será a vez de Jordão recepcionar o evento.

Jordão é um município de oito mil habitantes, na fronteira com o Peru, com maioria de população indígena. Para chegar ao município, o trajeto final da viagem será feito de barco, pelo Rio Tarauacá, uma vez que não há estradas entre Rio Branco e o município.