Ferramentas Pessoais
Acessar

Senadores parabenizam Renan por gestão no biênio 2013/2014

“É o compromisso desta Mesa Diretora de fazer mais com menos”, observou Renan. Pela manhã, Renan também entregou o novo painel de votações da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)
09/12/2014 18:45
Senadores parabenizam Renan por gestão no biênio 2013/2014

Senadores parabenizam Renan por gestão no biênio 2013/2014. Foto: Jonas Pereira

Vários senadores cumprimentaram o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e a atual Mesa Diretora pelas economias feitas no biênio 2013/2014. Os números foram anunciados em Plenário nesta terça-feira (09), pelo presidente, após a inauguração do novo painel de votações do Plenário. “É o compromisso desta Mesa Diretora de fazer mais com menos”, observou Renan. Pela manhã, Renan também entregou o novo painel de votações da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)

“Além de modernização e de facilitação do trabalho, nós também teremos redução da despesa. Não precisaremos mais, a partir de agora, das Ordens do Dia, dos papéis, daquilo tudo que nós reproduzimos. Vamos ter, com certeza, uma economia muito grande. Eu queria parabeniza-lo pela gestão que vem fazendo no sentido da modernização. Nesta Casa, houve avanços importantes nesse sentido. Quero lembrar aqui a votação que fizemos da retirada do 14º salário e do 15º salário dos senadores. E digo também do seu empenho para fazer valer o teto de remuneração dos servidores”, observou a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

“Quero parabenizá-lo por esse presente, esse painel tão belo e tão proativo que hoje nos apresenta. Também quero parabenizá-lo pelos cortes nos gastos do nosso Parlamento. Sabemos que o Parlamento brasileiro é o segundo mais caro do mundo. Com essas ações que V. Exª vem tomando ao longo da sua gestão. Espero que a curto prazo saiamos desse número, desse segundo lugar”, afirmou o senador Ataídes Oliveira (PROS-TO).

O senador Walter Pinheiro (PMDB-BA), a exemplo do presidente Renan Calheiros, estendeu o reconhecimentos aos servidores do Senado envolvidos no projeto. “É importante acentuar que o trabalho contou com a participação do corpo técnico desta Casa. O painel realça, agora, essa nossa capacidade de inovar, ter acesso. Não é à toa que o Senado entrou, na lista das instituições com maior disponibilização de informação. Portanto, um canal de fácil acesso. É muito bonito na sua estética, mas o mais importante é, exatamente, como a gente pode se mover através disso, de que forma isso pode chegar instantaneamente ao cidadão que nos acompanha, que nos cobra.

“Todos nós sabemos que essa economia ocorreu à custa de sacrifício, de muito ruído na Casa, muitas insatisfações. Mas o que é fato é que houve uma economia real, medida por números.
A gente sabe que o Poder Legislativo é açoitado, todos os dias, pelos meios de comunicação. Eu acho que V. Exª, em nome do Poder Legislativo, deveria tomar uma iniciativa de fazer uma comparação entre o desempenho do Poder Legislativo Senado e o Poder Executivo em rubricas assemelhadas. Até porque, nós sabemos que o grande problema deste País é gasto público, está na hora, portanto, de se ver, se o gasto público do Senado, que fez economia, pode, ou não, ser padrão para uma diminuição do gasto público do Poder Executivo”, propôs o senador José Agripino (DEM-RN).

“Quero sugerir que se estenda essa comparação ao Poder Judiciário. Nada mais justo do que os três Poderes independentes da República possam ser objeto de avaliação quanto a sua gestão. Eu acho muito importante a redução daquelas despesas consideradas despesas meio. É fundamental que as condições para o pleno exercício do mandato possam ser feitas sem a preocupação de limitações. Acredito que muitas das despesas listadas aqui, de fato mereciam ser reduzidas. Se for possível, vamos reduzi-las ainda mais. Mas aquelas que dizem respeito à atividade fim do Parlamentar, à possibilidade de obter informações, de obter dados, de exercer o seu mandato por intermédio do trabalho em seu estado, enfim, creio que devemos diminuir, mas não de forma a comprometer a qualidade desse trabalho, porque estamos aqui para representar a população brasileira”, lembrou o senador Humberto Costa (PT-PE).