Renan reitera seu compromisso com a aprovação do Estatuto da Juventude

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado - Segunda-feira, 15 de Abril de 2013
15/04/2013 00:00

Em pronunciamento na tarde desta segunda-feira (14), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), reiterou seu compromisso a favor da aprovação do Estatuto da Juventude, que será colocado em votação amanhã no Plenário do Senado. Após seu discurso, o presidente Renan Calheiros recebeu elogios do senador Paulo Paim (PT-RS) pelo empenho para aprovação do estatuto. De acordo com o senador gaúcho, Renan Calheiros desde o primeiro momento deu todo apoio à tramitação do estatuto, inclusive para o regime de urgência. Paulo Paim disse a Renan Calheiros que o empenho demonstrado por ele durante a votação da votação da PEC das Domésticas fará exitoso também o Estatuto da Juventude.

"Vossa Excelência já deu o sinal verde do seu partido e a sua orientação daqueles que lidera na Casa. Vossa Excelência trouxe ao plenário esse debate democrático", elogiou Paulo Paim. "Quero lhe cumprimentar pelo mandato como presidente da casa. Está deixando muita gente que o criticou com a boca meio aberta. Boca de jacaré, naquela do avestruz que enfia a cabeça na areia, por que não o dizer. Parabéns", cumprimentou o senador gaúcho.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), destacou que a PEC que institui o Estatuto da Juventude tramita há nove anos no Congresso Nacional, e que está perto de encontrar um final feliz. "Será a primeira legislação em nível constitucional a tratar a juventude como política de Estado. O estatuto é uma bandeira histórica dos movimentos juvenis, que irá garantir a todos, na faixa etária entre 15 e 29 anos, uma série de benefícios", comemorou o presidente Renan.

"Entre esses direitos", destacou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), "está a meia-entrada em eventos de natureza artístico-cultural, de entretenimento e lazer, uma das principais reivindicações dos jovens e que ressalto pelo seu significado emblemático". A meia-entrada, prevista no estatuto, permitirá aos jovens, de famílias com menor poder aquisitivo, ingressem em teatros, cinemas, e muitos outros espetáculos de natureza cultural.

Renan Calheiros (PMDB-AL) ressaltou que a juventude é a etapa da vida que o contato com as produções artístico-culturais é mais profícuo, contribuindo de forma muitas vezes determinante para a formação da personalidade do indivíduo. "É quando normalmente descobrimos as nossas potencialidades, definimos a nossa visão de mundo, as nossas opções profissionais, e principalmente as bases para o nosso caráter", afirmou.

"Outro aspecto que atribuo de muita importância incluído no Estatuto da Juventude é o que garante aos jovens índios e das comunidades tradicionais o ensino dos idiomas tradicionais de cada etnia ou comunidade, sem deixar de lado a língua portuguesa. A medida deixa claro o respeito, e por que não dizer a admiração, que devemos ter com todos os aspectos culturais de todos os segmentos desse nosso admirável país", avaliou Renan Calheiros (PMDB-AL). Segundo o presidente do Senado, o ensino conjunto será, pois, uma demonstração do respeito às diferenças étnicas do povo brasileiro e também o atendimento à necessidade de manter o liame linguístico do país.

A participação da juventude é sempre importante para o amadurecimento da consciência nacional, da cidadania e da fundamental renovação, acrescentou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). De acordo com ele, "a alma da juventude é, intrinsecamente, revolucionária". Renan disse ainda que assim se expressava com a experiência de quem, no movimento estudantil, esteve nas ruas brigando para implementar a democracia. "O custo, como todos sabem, foi muito alto e hoje, na maturidade democrática, não devemos ser complacentes com qualquer gesto ou intenção que tenda a abolir direitos e liberdades, principalmente, a liberdade de expressão, o direito à diferença, à divergência. Disse no meu discurso de posse e reitero: temos um compromisso com a liberdade de expressão e qualquer iniciativa tendente a constrangê-la será rechaçada", afiançou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

No encerramento de seu breve pronunciamento, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), saudou todos os jovens que participaram da luta para a aprovação do Estatuto da Juventude. E fez uma menção especial à juventude do PMDB que se encontra acampada em Brasília há meses na busca pela aprovação do estatuto.

 

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado