Renan destaca papel da Embrapa na agricultura sustentável

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado - Segunda-feira, 22 de Abril de 2013
24/04/2013 10:15

O Senado realizou, nesta manhã, sessão comemorativa dos 40 anos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), destacou a importância da Embrapa no avanço da produtividade da agricultura brasileira. Renan Calheiros também ressaltou o valor da agricultura sustentável. "Outro desafio é a produção pecuária com menor quantidade de elementos nocivos à saúde humana e, ainda, sem o sofrimento dos animais", argumentou o presidente do Senado ao analisar o papel da pesquisa atual e futura da empresa.

Na opinião do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) o agronegócio brasileiro enfrentará os desafios do mercado global ao incorporar de forma contínua, inovações tecnológicas que permitam atender também às crescentes demandas do mercado interno. "Tudo isso de mãos dadas com a sustentabilidade, que garanta a preservação do meio ambiente e a saúde da população", disse Renan Calheiros. 

A partir da fundação da Embrapa, em 1973, o Brasil passou a ocupar regiões antes pouco utilizadas para a produção de alimentos. "Graças a essa empresa, por meio de seleção de espécimes menos sensíveis e mais resistentes as nossas temperaturas e à falta de estações no ano, muitas culturas se tornaram viáveis em nosso país. Como exemplo, podemos citar a soja, que a partir dos anos 1970, começou a ser plantada no Centro-Oeste, onde o cerrado era considerado até então como terra improdutiva", registrou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). 

Em trinta anos, a produção brasileira de grãos passou de 1 milhão de toneladas, em 1979, para 57 milhões, em 2009. Não somente a soja, mas muitas outras espécimes antes impróprias ao nosso clima passaram a produzir como se estivessem em seus países de origem, a partir do avanço das pesquisas da Embrapa. Dessa forma, frutas como o melão, a maçã, a pera e o caqui passaram a ser produzidas no Nordeste, por exemplo. "Até uvas destinadas à produção de vinho - que precisam de condições muito específicas de sol e frio para alcançar boa qualidade - passaram a ser produzidas em estados nordestinos. Tudo isso, graças ao esforço e dedicação dos pesquisadores da Embrapa", concluiu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado