Renan afasta qualquer possibilidade de novas tensões entre Legislativo e Judiciário

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado - Quinta-feira, 2 de Maio de 2013
02/05/2013 00:00

Na saída da solenidade de comemoração dos 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, realizada na tarde desta quinta-feira (2), no Tribunal Superior do Trabalho, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que, se depender do Legislativo, não há a menor possibilidade de novas tensões entre os Poderes. 

"Nós vamos continuar conversando, faremos o que for necessário para resolver todas as questões. Mas é papel do Legislativo zelar por suas prerrogativas, é o que manda o texto constitucional", afirmou.

O presidente também afastou qualquer relação entre o julgamento do mensalão e o projeto em tramitação na Câmara dos Deputados, que dá aos parlamentares a prerrogativa de rever decisões do Supremo. Questionado por jornalistas, ele disse não acreditar que o projeto tenha sido apresentado como uma ‘retaliação política’. 

"Sinceramente, quero crer que não, não acreditaria que isso fosse possível", respondeu.

 

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado