Ferramentas Pessoais
Acessar

Presidente do Senado, Renan Calheiros e Ministro Padilha conversam sobre convênio entre Senado, SUS e GDF

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado - Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013
26/02/2013 00:00

Um convênio entre o Senado, o Governo do Distrito Federal e o Sistema Único de Saúde, para colocar o quadro de médicos do Senado a serviço da população de Brasília, foi o tema da reunião do presidente do Senado, Renan Calheiros, nesta terça-feira (26), com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Na semana passada, o presidente Renan anunciou que o serviço médico do Senado deixará de ser ambulatorial para ser emergencial, entre outras medidas para racionalizar a estrutura administrativa e cortar gastos.

- É um gesto importante do Senado colocar essa estrutura à disposição da sociedade brasileira. Trata-se de um conjunto de médicos, como radiologistas, urologistas, psiquiatras, ginecologistas e obstetras, especialistas contratados pelo Senado, que podem ser mais bem aproveitados para o conjunto da sociedade – anunciou o ministro da Saúde.

O ministro da Saúde pediu ainda ao presidente do Senado, Renan Calheiros, pressa na aprovação da Lei de Responsabilidade Sanitária, uma variação da lei de responsabilidade fiscal para a área da saúde. Para Padilha, a lei vai permitir uma maior profissionalização do SUS com a definição de metas e responsabilização de agentes públicos, caso as metas não sejam cumpridas.

Leia mais:

Um terço dos médicos do Senado permanecerá na Casa

 

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado