Ministro pede a Renan maior discussão sobre terceirização

“As suas declarações são muito importante, presidente Renan. Dizer que a terceirização é uma oportunidade para discutir a precarização da força de trabalho é fundamental. Não queremos um trabalho anárquico e desqualificado”, disse Mangabeira Unger a Renan Calheiros.
23/04/2015 17:30
Ministro pede a Renan maior discussão sobre terceirização

Ministro pede ao Presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), maior discussão sobre terceirização. Foto: Jonas Pereira

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu nesta quinta-feira (23) o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Roberto Mangabeira Unger. O assunto foi a tramitação do Projeto de Lei 4330/2004. A proposta permite a terceirização do trabalho até mesmo para a atividade-fim das empresas e foi aprovada na noite de terça-feira (22), na Câmara dos Deputados, por 230 votos a favor e 203 contra.

Em conversa com o ministro, Renan decidiu convocar uma sessão temática para debater a proposta com os senadores, representantes do Executivo e as centrais sindicais. Além do ministro Mangabeira Unger, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, também será chamado a participar.

“As suas declarações são muito importante, presidente Renan. Dizer que a terceirização é uma oportunidade para discutir a precarização da força de trabalho é fundamental. Não queremos um trabalho anárquico e desqualificado”, disse Mangabeira Unger a Renan Calheiros.

Renan observou que este é o papel do Senado e que é necessário o fortalecimento dos entes federativos. “As desigualdades regionais ficam potencializadas com o enfraquecimento federativo”, avaliou. O presidente do Senado garantiu que na próxima semana a data da sessão e os convidados já estarão definidos.