28/05/2020
Enquete: Coronavírus
Uso obrigatório de máscaras faciais tem apoio de maioria de participantes de enquete

Para 85% dos participantes de enquete realizada pelo DataSenado em maio, o uso de máscara de proteção facial contra o coronavírus deve ser obrigatório. Por outro lado, 13% acham que não deve haver a obrigatoriedade. Para 62% dos respondentes, o uso de máscaras faciais protege muito contra o coronavírus. No entanto, 32% acham que protege pouco e 4%, que não protege.

 

 

 

Em linha com os percentuais citados acima, 66% dos participantes acham que o uso de máscara facial por todas as pessoas para circular por ruas e locais movimentados traz muita segurança. Já 28% acreditam que traz pouca segurança e 5%, que traz nenhuma segurança.

 

 

Além disso, 78% dos participantes apoiam o PL 1.518/2020, que autoriza o teleatendimento (atendimento mediado por tecnologias de comunicação) em quaisquer atividades da área de saúde no período de vigência do Estado de Calamidade Pública, devido à impossibilidade de realização de atendimentos físicos e presenciais.

 

 

Caso esse projeto seja aprovado, 73% dos participantes acham que o teleatendimento vai trazer benefícios no âmbito da saúde. Para 11%, vai trazer prejuízos e outros 7% acreditam que não vai fazer diferença.

 

 

A enquete contou com 3.785 participantes e ficou disponível no Portal do DataSenado entre os dias 4 e 18 de maio de 2020.

Os resultados refletem a opinião dos que participaram da enquete no portal do Senado Federal. Os números não representam a opinião da totalidade da população brasileira.