05/05/2015
Porte de arma para policiais e bombeiros militares aposentados

O DataSenado, em parceria com a Agência Senado, realizou, de 16 de abril a 3 de maio, enquete sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) 168/2015, que propõe conceder porte de arma de fogo para policiais e bombeiros militares inativos.

O internauta foi convidado a se posicionar sobre a seguinte pergunta: “Você é a favor ou contra policiais aposentados e bombeiros militares aposentados terem direito ao porte de arma de fogo?” (PLS 168/2015). De acordo com o resultado, 83% manifestaram-se a favor da proposta, enquanto 17% de internautas foram contra.

De acordo com o autor do projeto, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), o PLS pretende evitar que decisões judiciais retirem dos servidores inativos dos órgãos de segurança pública o legítimo direito ao porte de arma. Para o senador, os policiais aposentados são frequentes vítimas de represálias e vinganças, podendo tornar-se reféns da criminalidade.

No espaço Comente o Projeto, o cidadão Jorge Henrique Farias Nagel, de Santa Catarina, manifestou seu apoio ao projeto, pois para ele os policiais e bombeiros “continuam com as mesmas aptidões técnicas e psicológicas que tinham quando estavam trabalhando para o estado. No caso dos policiais, ainda temos o agravante de possíveis retaliações por parte de criminosos que tenham sido colocados sob o manto da justiça por eles." Já Felipe Anton Philipp, do Rio Grande do Sul, é contra a proposta pois, segundo ele, “um policial aposentado já não está mais na ativa, logo seria um cidadão comum."

Período: 16/04/2015 a 03/05/2015
Número de votos: 4.728
Você é a favor ou contra policiais aposentados e bombeiros militares aposentados terem direito ao porte de arma de fogo?” (PLS 168/2015)

*Os resultados da enquete representam a opinião das pessoas que votaram, não sendo possível extrapolá-los para toda a população brasileira.