15/12/2021
Enquete: CNPCMulher
Maioria apoia criação de cadastro nacional com dados dos condenados por crimes contra mulheres

Enquete realizada pelo Instituto de Pesquisa DataSenado em novembro mostra que 89% dos participantes apoiam a criação do Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Feminicídio e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (CNPCMulher). O registro unificado de informações pessoais dos condenados em segunda instância por crimes contra mulheres está proposto no Projeto de lei no 1.012, de 2020. Para 86% dos participantes, a medida contribui para o combate à violência contra as mulheres.

 

 

 

Se a proposta de criação de um cadastro nacional de pessoas condenadas por crimes contra as mulheres for aprovada, 59% dos participantes acreditam que a violência contra as mulheres vai diminuir, enquanto 24% consideram que ela vai permanecer igual e 3%, que ela vai aumentar.

 

 

A enquete contou com 71 participantes e ficou disponível no Portal do DataSenado de 3 a 30 de novembro de 2021.

 

Os resultados refletem a opinião dos que participaram da enquete no portal do Senado Federal. Os números não representam a opinião da totalidade da população brasileira. Os valores percentuais foram arredondados de maneira que a soma dos percentuais de alguns gráficos pode ser diferente de 100%, para mais ou para menos.