17/07/2012
Venda de medicamento a preço de custo para aposentados

Na primeira quinzena de julho, o DataSenado realizou enquete para identificar a opinião dos internautas sobre a possibilidade de permitir às farmácias vender medicamento a preço de custo para aposentados. Dos 1.955 internautas que votaram no site do Senado, do dia 2 de julho ao dia 16 de julho, 95,4% manifestaram-se a favor da proposta, enquanto 4,6% votaram contra.

O PLS 181/2010, de autoria do senador licenciado, e atual ministro, Marcelo Crivella (PRB-RJ), propõe autorizar farmácias e drogarias a vender medicamentos pelo preço de custo e a lançar a diferença entre esse preço e o de mercado como despesa operacional da empresa, desde que o cliente, cumulativamente, seja: aposentado pelo Regime Geral da Previdência Social, portador de doença crônica grave, usuário contínuo do medicamento que pretende adquirir, e usuário de serviço do Sistema Único de Saúde. O PLS prevê ainda que a definição de quais serão os medicamentos sujeitos a venda a preço de custo será feita segundo as evidências epidemiológicas e as prevalências de doenças e agravos à saúde na população de idosos.

Período: 02/07/2012 a 16/07/2012
Número de votos: 1.955
Você é a favor ou contra o projeto que permite às farmácias vender medicamento a preço de custo para aposentados (PLS 181/2010)?

Os resultados da enquete representam a opinião das pessoas que votaram, não sendo possível extrapolá-los para toda a população brasileira.