18/05/2021
Pesquisa: coronavírus
92% dos brasileiros acham que quem divulgar notícias falsas sobre a vacina contra o coronavírus deve ser punido

A maioria dos brasileiros (58%) afirmam ter identificado alguma notícia falsa sobre a vacina contra o Covid-19 nas redes sociais e 44% dizem ter recebido alguma notícia dizendo que a vacina pode trazer prejuízo à saúde.

 

 

 

 

Para 85% da população, a divulgação de notícias falsas prejudica muito o combate ao coronavírus e 92% dos brasileiros acham que quem divulgar notícias falsas sobre a vacina deve ser punido.

 

 

 

Para brasileiros, vacinação no país está lenta

Aproximadamente 8 em cada 10 brasileiros acham que a vacinação contra o coronavírus no Brasil está sendo feita de maneira lenta. Para 39% da população, todos os brasileiros com mais de 18 anos receberão a vacina em 2022 e 29% acham que isso acontecerá somente em 2023.

 

 

 

Apesar de a maioria avaliar de forma negativa o ritmo da vacinação no país, 24% dos brasileiros acreditam que a população maior de idade estará vacinada até o final de 2021.

Segundo os resultados, 26% dos brasileiros com 16 anos ou mais já tomou alguma dose da vacina, sendo que 15% dizem ter tomado apenas a primeira dose e 11% afirmam ter tomado as duas doses.

 

 

Dos 74% que não tomaram a vacina contra o coronavírus, 86% dizem que pretendem tomá-la, enquanto 12% não. Entre as razões para não tomar a vacina, a falta de confiança foi a mais citada pelos entrevistados.

 

 

 

No entanto, dois terços dos brasileiros defendem que tomar a vacina deve ser obrigatório.

 

 

Impacto da pandemia na vida dos brasileiros

Desde o começo da pandemia, a vida para 62% dos brasileiros piorou. Segundo a pesquisa, a população se divide em relação às expectativas para o futuro: 39% acreditam que o Brasil ainda vai sofrer com a pandemia até o final de 2022, enquanto 35% acham que o país continuará a sofrer mesmo depois de 2023.

 

 

 

Aproximadamente 2 em cada 10 brasileiros de 16 anos ou mais tiveram Covid-19

O levantamento aponta que 21% dos brasileiros com 16 anos ou mais relataram já ter tido Covid-19. Como o Ministério da Saúde divulga apenas os resultados oficiais de pessoas que fizeram o teste e testaram positivo (aproximadamente 15 milhões de brasileiros), então o resultado mostra que há subnotificação de casos.

 

 

Dos que informaram terem sido infectados, a maioria (74%) teve sintomas leves.

 

 

A pesquisa também levantou informações sobre os domicílios e os dados revelam que 21% dos brasileiros que moram com outras pessoas relataram que um ou mais moradores da residência contraíram Covid-19.

 

 

65% dos brasileiros sabem que a CPI da Covid-19 está em funcionamento

O levantamento mostra que aproximadamente dois terços da população brasileira ficaram sabendo que uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada no Senado Federal para investigar a atuação do governo federal e a aplicação de recursos federais por estados e municípios no combate à pandemia.

 

 

Entre esse grupo, 73% dizem que acompanham o trabalhado da CPI com muita frequência (24%) ou com pouca frequência (49%). Dentre os que afirmam acompanhar o andamento da CPI, 75% concordam com a sua criação.

 

 

 

Em relação ao trabalho da comissão, 37% dos que acompanham avaliam o trabalho como ótimo ou bom, 35% como regular e para 25%, está ruim ou péssimo.

 

 

A pesquisa foi realizada de 11 a 13 de maio de 2021 e foram entrevistados 2.500 brasileiros de 16 anos ou mais, em amostra representativa da opinião da população brasileira. As amostras do DataSenado são totalmente probabilísticas. Nas entrevistas, são feitas perguntas que permitem estimar a margem de erro para cada um dos resultados aqui divulgados, calculados com nível de confiança de 95% (Anexo 1). Dessa forma, não existe uma única margem de erro para toda a pesquisa (aproximação usual em pesquisas que não são totalmente probabilísticas). As entrevistas foram distribuídas por todas as unidades da Federação, por meio de ligações para telefones fixos e móveis, com alocação proporcional à população de cada UF.