Mensagem do presidente Renan à organização da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, realizada de 21 e 24 de maio de 2013, em Recife (PE)

Terça-feira, 21 de Maio de 2013
21/06/2013 00:00

Muito me honra ter sido convidado para participar dessa Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, que se constitui no maior encontro de parlamentares da América do Sul. Lastimo muito não ser possível vir aqui pessoalmente. Contudo, não poderia deixar de enviar aos distintos organizadores e participantes desse evento meus cumprimentos e algumas palavras sobre o tema escolhido para os debates: Os Desafios para o Futuro que Queremos.

Muito oportuno, o tema nos permite múltiplas abordagens, desde as mais locais que discutam propostas para os problemas municipais sobre os quais os legisladores são instados resolvê-los diuturnamente, até as mais abrangentes que dizem respeito às premências nacionais de desenvolvimento.

Qualquer que seja a questão abordada terá que ser levado em conta, tanto os desafios já postos como aqueles que advirão com o frenético avançar das tecnologias, das ciências e das nossas necessidades políticas, sociais e humanas.

São cenários muitas vezes antagônicos e conflitantes, mas que sem dúvida haverão de ser enfrentados. Entre tantos, as questões de mobilidade urbana; de escoamento de produção; de combate a inflação; de segurança pública; da participação política; da defesa do meio ambiente e da biodiversidade.

Para mais além temos que nos preparar ainda para um mundo pós-energia fóssil, a nanobiotecnologia, que vem rompendo paradigmas da medicina tradicional; a preservação dos rios e oceanos; a potencialidade do material genético; a geopolítica e seus conflitos; a inteligência artificial; as novas fronteiras da vida.

Tudo isso pode nos assombrar e paralisar, caso não estejamos dispostos a discutir, a projetar e a planejar não somente um futuro que se avizinha a cada momento, mas um dia a dia que nos exige respostas imediatas.

Dessa forma, essa Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais é uma oportunidade de expor, discutir e encontrar saídas para os tantos problemas quanto os que temos de enfrentar.

É uma oportunidade para entendermos que o mundo é sistêmico, e assim, as nossas dificuldades devem ser encaradas como parte de um todo interligado. Para dar uma solução a elas é necessário analisar tanto quanto seja possível todas variáveis que envolvem suas configurações, pois as nossas escolhas têm consequências e muitas vezes se tornam irretratáveis.

Assim é que para obtermos uma boa resposta para os nossos problemas, devemos sempre partir de uma construção social e política, em espaços consensuais como esse da conferência, que atribuo capaz de unificar diferentes tendências, concepções políticas, assim como visões de mundo.

Pois como se sabe não é conveniente que nossas decisões sejam tomadas no isolamento, levando em conta somente as nossas ideias e nossas demandas. Ademais, temos que estar sintonizados com a realidade de um mundo em constante mutação. Em um mundo no qual o que é hoje e agora já não o é no instante que se aproxima.

Inclusive, na nossa seara que é a de legislar, temos todos de ter em vista sempre e a todo o momento aquele que nos deu tal prerrogativa - o eleitor. Que é ao fim e ao cabo quem nos deu possibilidade e legitimidade para representá-lo, de pensar por ele, de decidir tendo em vista sempre as suas necessidades de um país regido por leis elaboradas, discutidas, acordadas, aprovadas e promulgadas tendo em vista sempre o bem comum e a justiça social.