A educação profissionalizante estagnou no Brasil

O programa Educação Federal desta semana trouxe para os ouvintes da Rádio Senado, às 21h de segunda-feira (23), a realidade decadente do ensino profissionalizante no país.
24/08/2021 17:55
A educação profissionalizante estagnou no Brasil

Profissionalizante 03

O programa Educação Federal desta semana trouxe para os ouvintes da Rádio Senado, às 21h de segunda-feira (23), a realidade decadente do ensino profissionalizante no país. O programa é produzido e apresentado pelo jornalista e professor Floriano Filho.

Entre 2020 e 2021, caiu o número de estudantes que não trabalham nem procuram emprego. Por outro lado, cresceu o percentual de alunos que estão procurando por uma oportunidade no mercado de trabalho.

O Brasil precisa rever urgentemente essa tendência e fazer melhores mapeamentos das reais necessidades do mercado de trabalho, permitindo o casamento entre os interesses dos que buscam oportunidades no mercado de trabalho e os das empresas”, afirmou o apresentador.

A situação do ensino profissionalizante no país torna o quadro ainda mais preocupante. Em 2019, a integração da educação básica com o ensino profissional não passou de 1,6%.

No nível médio, as matrículas na educação profissional técnica de nível médio de 2013 a 2019 cresceram consideravelmente, na casa dos 17%. Mas ainda foi uma expansão que ficou abaixo da metade prevista no Plano Nacional de Educação.

Sem a recuperação do ensino técnico-profissionalizante será difícil oferecer a jovens e adultos um ofício especializado, reduzindo o fosso entre desempregados e a demanda das empresas.

O “Educação Federal” conversou sobre o assunto com Marcelo Ottoni, consultor legislativo para educação no Senado Federal. Ele defende maiores investimentos no setor para o ensino profissionalizante, explica o que deu errado e sugere novos caminhos para o setor.

Inovação

Por meio deste programa, a Rádio Senado abre espaço para a educação e os avanços na ciência e tecnologia. Outros temas a serem apresentados em notícias e análises são o setor de ensino e a inovação científica.

O programa vai ao ar toda segunda-feira, às 21h, e também está disponível na página da Rádio Senado (https://www12.senado.leg.br/radio/1/educacao-federal).

Fotos: Tomaz Silva, Ag. Brasil (capa); Hedeson Alves/SEED