05/09/2019
PEC 89/2019
Brasileiros acham que não deve haver perdão de pena para condenados por crimes de corrupção

O Instituto de Pesquisa DataSenado, em parceria com o gabinete do senador Lasier Martins, realizou pesquisa de opinião para ouvir os brasileiros sobre a PEC 89/2019, que veda a concessão do indulto presidencial para condenados por crimes de corrupção. Mais da metade dos brasileiros (59%) diz nunca ter ouvido falar sobre o indulto presidencial, enquanto 41% afirmam já ter ouvido falar a respeito. Entre os entrevistados que já ouviram falar sobre o indulto, 61% já ouviram falar da PEC 89/2019, ao passo que 38% afirmam não ter ouvido falar dessa proposta.

 

 

 

A maioria dos entrevistados acham que não deve haver perdão de pena para condenados por corrupção (81%) ou para condenados por crime de lavagem de dinheiro (85%). Dos entrevistados, 15% se disseram a favor do perdão para condenados por corrupção e 12% concordam com o perdão para condenados por lavagem de dinheiro. Além disso, para metade dos brasileiros a proibição do perdão para condenados por corrupção tornará o combate a esses crimes mais eficiente (50%). Aproximadamente um a cada três participantes da sondagem, contudo, acreditam que esta medida não fará diferença no combate a corrupção (32%).

 

 

 

 

A coleta de dados foi feita por meio de entrevistas telefônicas de 21 de agosto a 03 de setembro de 2019 e 2.392 pessoas foram entrevistadas. A margem de erro admitida é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos com nível de confiança de 95%. As pesquisas do DataSenado são feitas por meio de amostragem aleatória representativa da população alvo, composta por cidadãos com 16 anos ou mais, residentes no Brasil e com acesso a telefones móveis ou fixos. Os valores percentuais foram arredondados de maneira que a soma dos percentuais de alguns gráficos e tabelas pode ser diferente de 100%, para mais ou para menos.