Sobre Dados Abertos

Como o Senado lida com informações em dados abertos?

Conforme o Plano de Dados Abertos do Senado Federal, a instituição oferece a maior quantidade possível de informações em formatos que possibilitem processamento automatizado.

A disponibilização de dados administrativos e legislativos em formato aberto reflete uma administração pública mais transparente e participativa.

O que são dados abertos?

Dados de uma organização são abertos quando disponibilizados sob licença que permita livre uso por qualquer pessoa, em formatos digitais processáveis por computadores, exigindo-se, no máximo, citar sua proveniência.

Como os dados abertos do Senado estão disponíveis?

Na opção "Dados disponíveis em", o catálogo pode oferecer até três opções:

Formato CSV - atalho para planilha baixável diretamente com os dados;

Formato XML - atalho que abre uma página com dados estruturados, baixável em seu computador;

Web Service - atalho para página com botões de acesso a consultas parametrizadas, com respostas diretamente na tela.

Manual Técnico

Acesse nosso manual técnico de como formatar as informações.

O que são fontes de informação?

"Fontes de informação" referem-se aos sistemas internos do Senado usados para gerar aqueles dados.

São os seguintes:

    • ACCOR – sistema de Apoio às Comissões, Conselhos e Órgãos do Parlamento. Faz o controle da organização administrativa (número de vagas, indicação dos parlamentares membros ou suplentes que as ocupam) das comissões do Senado Federal e do Congresso Nacional.
    • ARQUIMEDES- sistema de construção de relatórios gerenciais desenvolvido na plataforma SAP que integra as bases de vários sistemas mantidos pelo Senado, tanto da área administrativa (contratos) como da Legislativa (como proposições em tramitação, normas geradas)
    • COMISS - sistema de registro das agendas, pautas e resultados das reuniões das comissões.
    • COTAS - sistema de controle de verbas indenizatórias, ou seja, feito para registrar os valores a serem indenizados aos parlamentares.
    • DISSE - sistema de cadastro e pesquisa dos pronunciamentos feitos pelos parlamentares.
    • ePLENARIO - sistema de registro dos eventos ocorridos durante as sessões plenárias do Senado e do Congresso.
    • ERGON - sistema integrado de gestão de recursos humanos e folha de pagamento do Senado Federal.
    • GESCON – sistema de gerenciamento de contratos, registra processos, empenhos e aditivos de contratos.
    • LEGIS- sistema de registro das matérias que tramitam no Senado e no Congresso, assim como dos documentos anexados e dos eventos legislativos ocorridos durante a análise pelas comissões e pelo Plenário.
    • LEXML - portal unificado de legislação, jurisprudência e proposições legislativas.
    • LEXOR – sistema de suporte à tramitação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), em que é feito o registro das emendas e alterações nos textos do projeto.
    • ORDIA – sistema para registro da Ordem do Dia das sessões (contém a agenda das sessões plenárias, a pauta prevista, a lista de oradores, o resultado das sessões anteriores).
    • PARLAM – sistema de registro de informações referentes ao mandato do parlamentar, como período de exercício, afastamentos, missões, nome parlamentar, controle de frequência.
    • SAES - administra o programa de estágios no Senado Federal, controla convênios com universidades, estagiários, contratos, currículos, supervisores, frequência e folha de pagamento.
    • SICON - sistema de pesquisa por normas (atos, leis, decretos, emendas constitucionais) da legislação federal
    • SIGEN- sistema de registro de normas (leis, decretos, por exemplo). Contém informações sobre vigência, relacionamentos com outras normas que as alteram ou complementam, versões dos textos.
    • SISCON - sistema de apoio às atividades da Coordenação do Congresso Nacional da Secretaria Geral da Mesa (SGM) utilizado principalmente para dar suporte às sessões de votação de vetos presidenciais.

O que é a última atualização?

Refere-se à data em que os dados foram atualizados pelo sistema ou pelo gestor da informação pela última vez

O que significa a periodicidade de atualização?

Trata-se do período de tempo em que, usualmente, as informações são atualizadas. Pode ser anual, semestral, mensal, semanal, diária, ou ainda sem periodicidade definida.