Sobre Dados Abertos

Como o Senado lida com informações em dados abertos?

A forma como o Senado disponibiliza suas informações no formato de dados abertos é detalhada pelo Plano de Dados Abertos do Senado Federal, atualizado bianualmente. De forma resumida, a instituição procura oferecer a maior quantidade possível de informações em formatos que possam ser facilmente processáveis por computadores e outros dispositivos eletrônicos. Ficam de fora algumas informações que não podem ser adaptadas a esses formatos, por exemplo, a imagem digitalizada da Lei Áurea ou outros documentos históricos, ou conteúdos de sistemas mais antigos.

 

O que são dados abertos?

Dados abertos são formatos de informação em meio digital, processáveis por computadores e outros dispositivos eletrônicos semelhantes, disponíveis na rede mundial de computadores e disponibilizados sob licença que permita livre uso.

A disponibilização de dados administrativos e legislativos em formato aberto reflete uma administração pública mais inovadora e transparente.

Para o Senado Federal, a divulgação de informações aos cidadãos é fundamental e contribui para a solidez das políticas de participação social, de inovação tecnológica e para a integridade pública.

 

Que formatos de dados abertos o Senado disponibiliza?

O Senado busca atender as determinações do Plano de Dados Abertos do Senado Federal e ao mesmo tempo adequar-se às inovações tecnológicas que acontecem com grande rapidez. Os principais formatos oferecidos atualmente no Portal do Senado são CSV, JSON e XML.

Em alguns casos, o volume de informações é tão grande que não é possível disponibilizar os dados brutos em um arquivo CSV pré-gerado. Nesses casos, o Senado oferece o Web Service, nos formatos JSON, XML e CSV, à escolha do internauta.

O conteúdo está todo lá, livre, disponível no Portal, e em formato e quantidade a serem escolhidos pelo cidadão ou cidadã.

Veja um manual técnico de como formatar as informações via Web Service.