Ferramentas Pessoais
Acessar

O cidadão e o Senado Federal- dezembro 2014

Resultados de pesquisa realizada pelo DataSenado semestralmente indicam que, pela primeira vez, corrupção é considerada a maior preocupação dos brasileiros, Em seguida, aparecem a segurança pública e saúde. 67% acreditam que o Senado pode ajudar muito a resolver essas preocupações.
05/12/2014 17:00
O cidadão e o Senado Federal- dezembro 2014

www.freepik.com

População está mais preocupada com corrupção. Maioria acredita que o Senado pode ajudar a resolver o problema.

Resultados de levantamento realizado pelo DataSenado indicam que, pela primeira vez, corrupção é considerada a maior preocupação dos brasileiros, com 26%. Em seguida, aparecem a segurança pública, com 22%, e saúde, 21%. Quanto à capacidade do Senado de ajudar a resolver essas três preocupações, 67% acreditam que ele pode ajudar muito. Considerando apenas os que veem na corrupção sua maior preocupação, a maioria (52%) também acredita que o Senado pode ajudar muito a resolver a questão.

Brasileiros consideram o Congresso Nacional um órgão essencial para a democracia

Segundo 73% dos entrevistados, o Congresso Nacional é um importante instrumento para a democracia brasileira. Da mesma forma, quando questionados sobre a melhor forma de governo, ampla maioria (76%) apontou que a democracia é sempre a melhor opção. Em contrapartida, 22% consideraram que um governo autoritário é melhor em alguns casos.

Na opinião de 63%, voto obrigatório prejudica a democracia no Brasil

Em relação a julho de 2014, cresce, de 58% para 63%, o número de brasileiros que acham que a obrigação de votar é prejudicial à democracia. A maioria dos entrevistados (82%) também acredita que a existência de muitos partidos políticos afeta negativamente a democracia. Por outro lado, a liberdade de imprensa é vista por 85% da população como positiva para a democracia brasileira.

A pesquisa foi realizada em todos os estados, no período de 4 a 29 de dezembro, com 1.089 pessoas de 16 anos ou mais. Os dados foram coletados pelo Alô Senado por meio de entrevistas telefônicas. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

Brasileiro está mais pessimista em relação ao futuro

Os dados mostram que houve aumento do número de brasileiros que acham que a própria condição econômica irá piorar: de 22%, em julho de 2014, para 29% em dezembro do mesmo ano. Sobre a sensação de bem-estar, de modo semelhante ao verificado para a condição econômica, foi registrado crescimento do total de pessoas que declararam piora, passando de 29% em julho de 2014, para 35%, na atual pesquisa.

Ao se comparar com a pesquisa anterior, verifica-se que aumentou a quantidade de cidadãos que avaliam a atuação do Senado Federal como regular, de 45% para 52%, e diminuíram as avaliações extremas. Em julho de 2014, a avaliação ruim ou péssima, que estava em 37%, caiu 5 pontos percentuais. Já a avaliação ótima ou boa, que estava em 18%, caiu 4 pontos.

registrado em: , , ,