e-Cidadania
Ferramentas Pessoais
Acessar
Ideia Legislativa
Voto não obrigatório!
O problema reside em ser o cidadão, contribuinte, indivíduo obrigado a exercer o "direito" de votar em eleições diretas, nos níveis municipal, estadual e federal, para o legislativo ou executivo, dentro do regime democrático em que vivemos. Não podemos ser obrigados a exercer um direito (o que é um paradoxo) num regime de governo dito democrático. O efeito pratico desse absurdo é que, simplesmente, a população é obrigada a entregar o "bolo" pronto na mão dos políticos, para que esses apenas disputem entre si quem vai levar a maior fatia, pois esta é a verdadeira disputa. O foco não pode ser o voto! O foco deve ser a proposta de cada um e sua consequente execução, caso o cidadão seja eleito ao cargo a que se candidatou. Inclusive deve haver a previsão de punição, caso a proposta, plataforma de campanha, não seja cumprida, caracterizando falsidade ideológica, agressão à moral e à ética.
Quem não cumpre o que promete aos seus eleitores (e, também, àqueles que não votaram no candidato eleito), erra duas vezes, pois o eleito representa a totalidade, o universo sob sua responsabilidade. Quem não cumpre o que promete deve ser banido do cargo público eletivo, pois não tem espírito público, condição "sine qua non" para exercer um cargo público, seja ele qual for (eletivo ou concursado).
278 apoios
20.000

Compartilhe

Data limite para receber 20.000 apoios
17/06/2016
Ideia proposta por
FLAVIO DE OLIVEIRA PINHEIRO - RJ

Confirma?