Ferramentas Pessoais
Acessar

Senadoras discutem prioridades da pauta feminina

30/09/2015 19:34

O encontro na manhã desta terça-feira, 30/9, aconteceu no gabinete da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), procuradora Especial da Mulher.

As senadoras compartilharam os detalhes da programação da campanha Outubro Rosa contra o Câncer de Mama, organizada por um Grupo de Trabalho composto por órgãos governamentais e não governamentais, a ser iniciada ao anoitecer desta terça-feira com o acendimento dos refletores do Palácio do Congresso Nacional na cor rosa.

A campanha conta com atividades a serem realizadas durante todo o mês em alusão aos cuidados de detecção precoce da doença que anualmente vitima milhares de mulheres no Brasil e no mundo.

As parlamentares conversaram ainda sobre o lançamento da campanha Mais Mulheres na Política, que já alcançou todas as regiões do país e deverá chegar às cidades de Natal-RN, Maceió-AL e Curitiba-PR em datas a serem confirmadas.

O Pacto Federativo das Mulheres foi a novidade trazida para reforço da pauta feminina.  Marcado para o dia 14 de outubro, o encontro será realizado em parceria com a bancada feminina da Câmara dos Deputados e a União dos Legislativos e Legisladores do Brasil (Unale), quando serão convidadas vereadoras, deputadas estaduais, deputadas federais, senadoras, prefeitas e a única governadora em exercício, Suely Campos, de Roraima. A intenção é compartilhar iniciativas legislativas especialmente nas áreas de saúde, trabalho, educação, direitos humanos e violência contra a mulher.

Na iminência da reforma ministerial, as senadoras decidiram elaborar manifesto, dirigido à presidente Dilma Rousseff, de apoio à manutenção das secretarias especiais de Políticas para as Mulheres, de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e de Direitos Humanos, todas com status de ministério.

No texto, elas fazem considerações às conquistas alcançadas pelas pastas em favor dos segmentos da sociedade mais sujeitos às diversas formas de discriminação, exploração e preconceitos, enraizados e reproduzidos. “O Poder Legislativo tem em perspectiva futura contar com a parceria das três secretarias como vanguarda e contributo ao aperfeiçoamento do processo democrático e a construção do desenvolvimento social, econômico, político e cultural do País”, asseguram.