Ferramentas Pessoais
Acessar

Senadoras discutem estratégias para cotas de mulheres no Legislativo

30/06/2015 19:05
Almoço da Bancada Feminina do Senado, coordenado pela procuradora da Mulher, Vanessa Gazziotin (PCdoB-AM), discutiu nesta terça-feira (30/6), novas estratégias para a tramitação do projeto de cotas para mulheres no Congresso Nacional durante a discussão da reforma política.   Foto: Marcelo Favaretti O evento contou com a presença das senadoras Ana Amélia (PP-RS), Ângela Portela (PT-RR), Gleisi Hoffmann (PT-RR), Lucia Vânia (PSDB-GO), Lídice Da Mata (PSB-BA), Maria do Carmo (DEM-SE), Marta Suplicy (sem partido),  Simone Tebet (PMDB-MS) e a deputada federal Jô Moraes (PCdoB-MG). As parlamentares foram unânimes ao afirmar que o texto final da reforma política a ser aprovado pelo Senado precisa garantir o aumento da representação das mulheres nos três níveis do Poder Legislativo brasileiro. Para intensificar o debate na Casa, as senadoras acertaram a implantação de campanha de sensibilização e convencimento dos senadores de todos os partidos. A primeira ação tem como foco as mídias sociais de forma indistinta, com veiculação de vídeos das próprias parlamentares, assim como de senadores e lideranças políticas favoráveis à proposta. A senadora Vanessa Grazziotin defendeu a intensificação dos trabalhos junto à sociedade e sugeriu a elaboração de um folder sobre a importância do apoio à representação feminina na política. Segundo ela, a publicação seria distribuída às lideranças políticas nos estados, no formato perguntas e respostas. A parlamentar também anunciou o lançamento da campanha “Mais Mulheres na Política, a reforma que o Brasil precisa” nos estados de Sergipe e Goiás para o mês de agosto.   Assessoria de Comunicação da Procuradoria da Mulher do Senado