Senadoras defendem maior união dos países do Mercosul para retomar crescimento econômico da região

17/12/2015 14:20

Senadoras Fátima Bezerra (PT-RN) e Lídice da Mata (PSB-BA), participaram em Montevidéu, da 35ª Sessão Ordinária do Parlamento do Mercosul (Parlasul), a terceira e última de 2015. Na segunda-feira, 14/12, tomaram posse os 43 parlamentares argentinos, eleitos diretamente pela primeira vez especificamente para participarem do Parlamento do Mercosul em outubro, entre eles o próximo presidente do Parlasul, Jorge Taiana, que assumirá o mandato, por um ano, a partir de janeiro.

Após a eleição, o presidente eleito do Parlamento disse que estamos vivendo uma época complexa no mundo e na região, uma época de desaceleração econômica e de muitos conflitos, muitos dos quais não podem ser resolvidos por um único país, por isso a necessidade de se fortalecer o Mercosul.

Durante a sessão foi aprovada uma recomendação referente à implementação de medidas de controle e combate ao mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão das doenças dengue, zica e chikungunya nos países que compõem o bloco.

A senadora Fátima Bezerra destacou a importância de os países-membros do bloco atuarem cada vez mais de forma unificada. “É essencial o fortalecimento da unidade dos povos latino-americanos frente à crise internacional e à desaceleração econômica, para que possamos retomar o crescimento da economia, garantindo emprego, distribuição de renda e a continuação das políticas de inclusão social”, disse.

Em entrevista à TV Parlasul, Fátima comentou os resultados das eleições da Argentina e da Venezuela, ressaltando a necessidade de respeito ao voto, ou seja, à decisão da população. “A alternância do poder faz parte da democracia e se dá pelo voto direto, pela via da urna e deve ser respeitada”, afirmou.

“Nosso desafio, como parlamentares, é continuar debatendo questões econômicas que desafiam o bloco de países que compõem o Mercosul e contribuir com propostas para retomar o crescimento econômico e perseverar na luta pela integração dos países com representação no Parlasul”, acrescentou Lídice da Mata.

Além das senadoras também participam da 35ª sessão ordinária do Parlasul os senadores Roberto Requião (PMDB-PR), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Humberto Costa (PT-PE) e deputados de vários partidos.