Nota de solidariedade à deputada estadual do Amazonas, Alessandra Campelo (PCdoB)

A Procuradoria Especial da Mulher do Senado manifesta apoio e solidariedade à deputada estadual do Amazonas, Alessandra Campelo (PCdoB), que foi xingada quando discursava na tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa no dia 3 de novembro.
04/11/2015 13:35

A Procuradoria Especial da Mulher do Senado manifesta apoio e solidariedade à deputada estadual do Amazonas, Alessandra Campelo (PCdoB), que foi xingada quando discursava na tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa no dia 3 de novembro.

A inaceitável ofensa partiu do deputado Abdala Fraxe (PTN) no momento em que a parlamentar defendia as legítimas reivindicações dos servidores da polícia civil, categoria composta em grande parte por mulheres.

Tal atitude merece firme e veemente repúdio, pois ao agredir a deputada com palavra machista e de baixo calão o parlamentar atenta contra a civilidade, desrespeita o estado democrático de direito e atinge todas as mulheres.

O mandato da deputada Alessandra Campelo, única mulher na bancada estadual, é exemplar pelas ações de compromisso com a luta das trabalhadoras e trabalhadores em favor da construção de uma sociedade sem violência em todas as suas formas de manifestação.

Ofensa verbal é um tipo de violência psicológica e não pode ser tolerada, principalmente no Parlamento, que é a casa do povo e o lugar de excelência para o necessário debate de ideias em elevado nível.

A Procuradoria Especial da Mulher se dirige em particular à presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas e pede imediatas providências, pois entende que este lamentável acontecimento feriu o decoro parlamentar e precisa ser tratado com firmeza e rigor em nome da justiça.

Deputada Alessandra Campelo, sinta-se abraçada pelas cidadãs e cidadãos que aplaudem e apoiam sua destemida coragem e incansável luta contra todos os tipos de opressão, preconceito e discriminação, especialmente quando destinados às mulheres.

Procuradoria Especial da Mulher

Senado Federal

Foto: Portal Gazeta do Amazonas