Ferramentas Pessoais
Acessar

Pauta Feminina: Educação Inclusiva com abordagem em Autismo e Síndrome de Down

26/02/2016 12:08

A primeira edição do projeto em 2016 aconteceu no dia 25 de fevereiro no auditório da Comissão de Meio Ambiente do Senado e contou com a presença da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e do senador Hélio José (PMB-DF), que abriu os trabalhos destacando a necessidade de o encontro ampliar o diálogo com as instituições e as redes de cuidadores de pessoas com autismo e Síndrome de Down. Segundo ele, o tema necessita de estratégias pedagógicas específicas e muito apoio no campo da educação.

Márcia Rollemberg, primeira-dama do DF, também fez parte da abertura e falou sobre o compromisso dela com a causa da inclusão e das mulheres. “As mulheres são as que mais assumem o papel de cuidadoras e chefes de famílias de pessoas com deficiência”, acrescentou.

Adriana Monteiro, diretora do Movimento Orgulho Autista do Brasil (MOAB), é mãe de uma adolescente de 15 anos com Síndrome de Angelman e falou na condição de especialista e também cuidadora - “precisamos de voz. O que temos ainda é uma voz limitada. Não temos acesso a decisões e políticas públicas”.

Representando o debate sobre a Síndrome de Down, esteve presente o presidente do Instituto Ápice Down, Dr. Karlo Quadros. “Aconteceram avanços na inclusão das pessoas com deficiência, porém ainda existem dificuldades que precisam ser enfrentadas”, registrou.

Participaram também do encontro Ana Cláudia Figueiredo, da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down; Vera Lúcia Ferreira Mendes, coordenadora-Geral de Saúde da pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde; Maria de Lourdes Dias Rodrigues, especialista em Autismo da Clínica Aprender, e Suzana Brainer, coordenadora geral de Articulação de Políticas de Inclusão nos Sistemas de Ensino do Ministério da Educação.

 

Crédito foto: Pedro França