2ª edição da Oficina "Saúde da Mulher: autonomia no corpo e na vida

Acontece na próxima quarta-feira, 28/10, às 15h, a segunda edição da Oficina de Saúde da Mulher, autonomia no corpo e na vida no Senado Federal. A oficina é apresentada no contexto da campanha Outubro Rosa contra o Câncer de Mama para discutir conceitos de saúde integral.
16/10/2015 12:10

Oficina "Saúde da Mulher: autonomia no corpo e na vida"

O encontro é uma iniciativa da Procuradoria Especial da Mulher do Senado e faz parte da campanha Outubro Rosa.

As inscrições para a oficina são abertas à comunidade e 30 mulheres já participaram da primeira edição no dia 19 de outubro. Trata-se de encontro de informação e cidadania, no qual as mulheres recebem informações técnicas sobre o funcionamento sistêmico do corpo e também são orientadas a respeito da legislação referente a direitos sexuais e direitos reprodutivos, entre outras iniciativas legislativas na área de saúde.

A intenção é mostrar que as diferenças biológicas no corpo do homem e no da mulher são muitas vezes usadas para justificar atitudes de preconceito, discriminação, exploração e abuso no cotidiano.

“Além de exercícios interativos, a ação tem como foco passar informações sobre saúde como direito de cidadania. Na casa que formula as leis, as mulheres precisam estar informadas, atentas e mobilizadas para fazer valer a legislação”, esclarece Rita, que também é jornalista, com especialização em Medicina Tradicional Chinesa.

O formato oficina

As 30 servidoras receberam informações sobre doenças preveníveis, como as decorrentes do tabagismo, do alcoolismo, do sedentarismo, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs/Aids), diabetes e ainda dicas referentes a  patologias  ocupacionais e do aparelho locomotor.

A dinâmica é coordenada pela fisioterapeuta Rita Rebelo e conta com a mascote conhecida como “Dona esqueleta”, uma peça anatômica em tamanho natural. Por meio de slides e materiais educativos, a dinâmica ilustra o sistema nervoso central e periférico; disgestório; musculoesquelético, cardiorespiratório, límbico, linfático e o aparelho reprodutor feminino e masculino.

São dadas orientações para mulheres de todas as idades sobre doenças preveníveis, como diabetes, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs/Aids) e ainda dicas referentes a  doenças ocupacionais e postura.

Ilda Fonseca, de 58 anos, funcionária terceirizada do Senado, gostou do encontro: “foi muito educativo, com exercícios para conhecermos melhor  nosso corpo e nossa mente, porque mulher não é só corpo, tem também os sentimentos e a preocupação com a vida do casal e da família”.

Inscreva-se aqui: https://www12.senado.gov.br/institucional/procuradoria/forminscricoes