Ferramentas Pessoais
Acessar

Na ONU, Rose de Freitas debate pauta feminina, refugiados e desenvolvimento social

08/10/2019 13:23

Em missão na Organização das Nações Unidas (ONU), a senadora e Procuradora da Mulher do Senado, Rose de Freitas (Podemos-ES), se reuniu com a representante da ONU Mulheres para América Latina e Caribe, Jennifer Cooper. Rose foi a Nova York representando o Senado Federal na Assembleia Geral da ONU.

Na reunião, foram discutidos os trabalhos e os serviços de atendimento às mulheres vítimas de violência, como o acompanhamento, o abrigo, a proteção e a orientação. A defesa dos direitos das mulheres, o empoderamento econômico, a liderança e participação política, além de ações de tratamento das mulheres na mídia, no esporte e nas universidades, também estiveram na pauta.

Rose destacou a importância da busca de um discurso unificado em relação aos direitos das mulheres e o combate à violência de gênero, sugeriu um grande encontro na América Latina e propôs um maior destaque do tema na próxima Assembleia da ONU. Para a senadora, a causa das mulheres não pode esperar, pois “o momento é agora”.

Refugiados

Rose também se reuniu com o representante do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Davide Torzilli. A questão dos refugiados na Venezuela foi destaque no encontro. Rose enfatizou a necessidade de oferecer ajuda humanitária, saúde, moradia, emprego, capacitação e educação aos refugiados.

A parlamentar capixaba também destacou o papel da ONU para a integração das nações, instituições públicas e privadas na região. Durante o encontro, também foram discutidos os objetivos do Processo de Quito — que reúne países da região para o fortalecimento de ações de assistência e proteção aos refugiados da Venezuela — e ações como a Caderneta Única de Saúde.

Questões orçamentárias, fundos mundiais de apoio aos refugiados e o papel da ONU ao lado do Congresso Nacional no auxílio aos refugiados também foram tratados na reunião.

Desenvolvimento Social

O desenvolvimento social foi pauta dos debates na Assembleia Geral e na agenda da senadora Rose em Nova York. A inclusão dos jovens no mercado de trabalho e a disponibilidade de empregos em todo o mundo foram os outros temas discutidos por representantes de diversos países nos debates gerais.

Na ONU, a especialista independente para os direitos humanos dos idosos, Rosa Kornfeld-Matte, apresentou relatório revelando que, em 2030, o número de idosos deve subir 46% em todo mundo. Em reunião com o embaixador do Brasil na ONU, Mauro Vieira, a senadora comentou sobre o relatório e a necessidade de uma estratificação dos dados em todos os países para a aplicação de políticas sociais para a terceira idade.

Debate Geral

Em reunião na Missão Permanente do Brasil na ONU, com o embaixador João Genésio de Almeida, a senadora ressaltou os esforços para o desenvolvimento e aprimoramento da legislação que cria uma rede de proteção à mulher.

No mesmo encontro, mostrou seu interesse em compartilhar sua experiência e a do Senado Federal em relação aos direitos das mulheres com os demais países da ONU. Destacou, ainda, a possível contribuição da Procuradoria da Mulher no Senado. No mesmo encontro, a senadora — que é membro da Comissão Mista de Mudanças Climáticas (CMMC) — também falou sobre o clima.

Além das agendas bilaterais, Rose acompanhou reuniões do Debate Geral da Assembleia Geral da ONU. Com a participação, entre outras nações, do Vietnã, do México, da Suíça, de Cuba, de Serra Leoa e da África do Sul, países que destacaram a importância do multilateralismo. A senadora também acompanhou reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Assessoria de Comunicação do gabinete da senadora Rose de Freitas

Agência Senado

Fonte: Agência Senado

Foto: Geraldo Magela

Na ONU, Rose de Freitas debate pauta feminina, refugiados e desenvolvimento social