Lançamento das diretrizes e protocolo de atendimento da Casa da Mulher Brasileira

A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos lançou, hoje 3/11, Diretrizes Gerais e Protocolo de Atendimento da Casa da Mulher Brasileira.
03/11/2015 15:20

A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos lançou, hoje 3/11, Diretrizes Gerais e Protocolo de Atendimento da Casa da Mulher Brasileira. O objetivo da publicação é subsidiar a implementação da Casa em diversos estados e unificar as práticas e serviços desenvolvidos em todas as unidades de modo a garantir humanização e integração da assistência fornecida.

A secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci destacou a importância da publicação como o carro chefe do programa “Mulher Viver sem Violência” e ressaltou as principais funções da Casa, que de acordo com a secretária, “tem o papel de acolher, apoiar e libertar mulheres em situação de violência”.

A ministra das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes saudou os órgãos envolvidos na implantação das Casas e celebrou as conquistas no âmbito da defesa dos direitos das mulheres. Segundo a ministra, “a casa permite acolher a mulher em situação de vulnerabilidade de modo a considerar as diferenças e especificidades de cada uma”.

A coordenadora da bancada feminina da Câmara dos Deputados, deputada federal Dâmina Pereira (PMN-MG) também compôs a mesa do evento e defendeu a maior visibilidade desses programas que apoiam a luta pela equidade de gênero e apontou a luta da bancada feminina do Congresso Nacional para aprovar projetos com a pauta sobre os direitos das mulheres.

Foto: Letícia Pires