Ferramentas Pessoais
Acessar

Lançamento da Campanha Mais Mulheres na Política em Mato Grosso

23/06/2015 15:45
O senador José Medeiros (PPS) defendeu a adoção de mecanismos que garantam a ocupação de vagas pelas mulheres no Poder Legislativo. A proposta foi apresentada nesta segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), durante lançamento da campanha “Mulheres na Política, a reforma que o Brasil precisa”, coordenada em nível nacional pela Procuradoria Especial da Mulher no Senado e pela Secretaria de Mulheres da Câmara dos Deputados. Diversas lideranças comunitárias e do segmento feminino participaram do encontro. Fotos/Créditos – José Luiz Siqueira Para José Medeiros, que foi um dos organizadores da ação em Mato Grosso, o tema precisa ser discutido entre as lideranças, uma vez que não basta apenas o partido ter 30% de candidaturas femininas, conforme a legislação atual. A situação, lembra a presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargadora Maria Helena Póvoas, causou um efeito colateral não previsto. “Os partidos cumprem a legislação de ter candidaturas femininas, mas largam a mulher no meio do caminho. É preciso fazer a prestação de contas da candidata e depois, se não faz, essa mulher não pode assumir em concurso público e nem se candidatar novamente”. Para aquelas que conseguem a eleição, caso da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), o desafio é quebrar o machismo que ainda segue forte na sociedade. “Estamos numa democracia de poder não só de números, mas sim de ocuparmos um cargo sério. Somos escolhidas pela capacidade, porque podemos dar o melhor de nós para aqueles que representamos”. Também estiveram presentes no evento a secretária extraordinária do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, Adriana Vandoni; a presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) secção Mato Grosso, Juliana Nogueira; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso, Kellen Arthur Preza Nogueira; a diretora da Secretaria de Gênero da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), juíza Amini Haddad Campos; a representante da União Brasileira de Mulheres (UBM), Rosa Maria Morceli; entre outros. Durante o evento, foi distribuída uma cópia do projeto de emenda constitucional nº 3/2015, de autoria do deputado estadual Gilmar Fabris (PSD), que assegura na constituição da Mesa Diretora e de cada Comissão da Assembleia Legislativa, tanto quanto possível, além da representação proporcional dos partidos ou dos blocos parlamentares que participam da Casa, bem como a representação proporcional de cada sexo. Atualmente as mulheres ainda ocupam apenas 13% das vagas nos parlamentos brasileiros. Neste sentido, há duas propostas de emenda constitucional em tramitação no Senado.