Iluminação roxa do Congresso Nacional marca o Dia Mundial da Prematuridade Fonte: Agência Senado

18/11/2021 10:25

O Palácio do Congresso Nacional será iluminado de roxo nesta quarta-feira (17) para marcar o Dia Mundial da Prematuridade. A data é promovida pela European Foundation for the Care of Newborn (EFCNI) e serve para conscientizar sobre os nascimentos, mortes e sequelas relacionados à prematuridade, assim como para divulgar as medidas preventivas.

A prematuridade ocorre quando o bebê nasce antes de completar 37 semanas. Segundo o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF), vinculado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), ela atinge 15 milhões de crianças todos os anos ao redor do mundo. No Brasil, 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o equivalente a 931 por dia ou a 6 prematuros a cada 10 minutos, informa o instituto.

Os problemas da prematuridade vão além do baixo peso. De acordo com o IFF, um prematuro precisa de cuidados especiais na UTI, o que aumenta em três vezes o risco de morte da criança e de incidência de sequelas. O instituto reforça que o exame de ultrassom, realizado entre a 18ª e a 23ª semanas de gestação, pode ajudar a detectar, por exemplo, o encurtamento do colo do útero, problema que pode ocasionar um parto prematuro.

A iniciativa de iluminar o Congresso de roxo para lembrar o Dia Mundial da Prematuridade partiu da senadora Leila Barros (Cidadania–DF), procuradora Especial da Mulher no Senado, e da deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC).

Iluminação roxa do Congresso Nacional marca o Dia Mundial da Prematuridade   Fonte: Agência Senado