Ferramentas Pessoais
Acessar

Idosas participantes de projetos da Casa da Amizade visitam o Congresso

04/09/2019 16:13

Cerca de 30 participantes dos projetos Amigos da Velhice e Alegria Prateada, ambos desenvolvidos pela entidade Casa da Amizade, fizeram uma visita institucional pelo Congresso Nacional nessa sexta-feira (30). Guiadas por um monitor do Senado, as visitantes, em sua maioria idosas, conheceram a história das duas Casas Legislativas e tiraram dúvidas sobre o funcionamento do Parlamento.

A ideia de promover a ação partiu da servidora Deuselia Vasconcelos de Oliveira, do Serviço Médico de Emergência e voluntária do projeto Amigos da Velhice. De acordo com ela, boa parte das idosas, apesar de morar há algum tempo em Brasília, não conhecia o Congresso.

— Dei a ideia, e elas gostaram muito, já que a maioria nunca havia vindo aqui [nas duas Casas]. Acho importante você conhecer o local. Foi um passeio maravilhoso e elas ficaram muito entusiasmadas. Acho que é fundamental valorizar essa questão cultural — afirmou.

Zilda de Freitas Queiroz, coordenadora-geral das Casas da Amizade dos estados de Tocantins, Goiás e Distrito Federal, explica que a visita vai ao encontro do principal objetivo dos projetos desenvolvidos pela entidade: proporcionar ao idoso uma velhice saudável e ativa.

— Para ter um envelhecimento saudável, é preciso desenvolver uma série de atividades com os idosos. Uma dessas atividades são visitas assim, como esta que estamos fazendo ao Congresso Nacional — disse.

Célia Regina França Pessoa, do Núcleo de Coordenação de Ações Socioambientais (NCAs), que acompanhou o tour, comentou que a organização da ação contou com uma logística pensada em garantir a acessibilidade das idosas.

— Como muitas têm mobilidade reduzida, oferecemos uma parte do transporte e nossa equipe do Senado Inclusivo ofereceu o suporte necessário — salientou.

Visita Institucional

O programa de visitas ao Palácio do Congresso Nacional funciona segundas, quintas (apenas grupos agendados), sextas, finais de semana e feriados, com entrada gratuita, das 9h às 17h30, com saídas de grupos a cada 30 minutos, a partir do Salão Negro.

 

Fonte: Intranet/Senado

Foto: Antônio Pinheiro/Núcleo de Intranet