Ferramentas Pessoais
Acessar

Fórum Nacional de Instâncias de Mulheres de Partidos Políticos debate programação do mês da mulher

Representantes de 10 partidos políticos participaram da primeira reunião do ano do Fórum Nacional de Instâncias de Mulheres de Partidos, nesta quarta-feira (02/02). O encontro foi feito em duas etapas, pela manhã, na Secretaria de Políticas para as Mulheres (SCES), e, à tarde, no Senado Federal, onde as participantes acompanharam a votação da MP 696/2015, que trata da reforma ministerial e da retirada da expressão “perspectiva de gênero” como uma das atribuições do recém-criado Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.
03/03/2016 18:05

 

Representantes de 10 partidos políticos participaram da primeira reunião do ano do Fórum Nacional de Instâncias de Mulheres de Partidos, nesta quarta-feira (02/02). O encontro foi feito em duas etapas, pela manhã, na Secretaria de Políticas para as Mulheres (SCES), e, à tarde, no Senado Federal, onde as participantes acompanharam a votação da MP 696/2015, que trata da reforma ministerial e da retirada da expressão “perspectiva de gênero” como uma das atribuições do recém-criado Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

Tendo como tema central do mês de março “2016, Ano do Empoderamento da Mulher no Esporte e na Política” a reunião também teve o propósito de apresentar toda a programação organizada pelas bancadas femininas das duas Casas Legislativas e a Procuradoria da Mulher do Senado, em parceria com o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

As participantes também acertaram uma audiência pública com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, nesta quinta-feira (3), que discutiu a campanha nos meios de comunicação incentivando a participação das mulheres na política, e foi a primeira iniciativa do grupo.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), procuradora da Mulher do Senado, destacou no debate o projeto de lei (PLS 515/2015), de sua autoria com a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) e com o senador Romário (PSB-RJ), que visa instituir o ano de 2016 como o Ano do Empoderamento da Mulher na Política e no Esporte. O texto já foi aprovado pela Casa e encaminhado para a análise em Plenário na Câmara dos Deputados.

Participando da mesa dos trabalhos, a deputada federal Jô Moraes (PCdoB/MG) propôs a entrega de um Manifesto de Retomada do Comitê de Gênero, ao Ministério da Educação.  A parlamentar também considera muito importante a realização de um intenso debate na Bancada Feminina do Congresso voltado à recuperação do conceito científico da palavra gênero. “É preciso acabar com a intenção de disseminar a ideia da existência da tal ideologia de gênero”, defende. Para ela, a palavra gênero, que foi uma construção de cientistas norte-americanas da década de 70, está sendo deformada na atualidade.  “Daqui a pouco não vamos sequer poder falar em gênero alimentício”, ironizou.

Os outros temas debatidos pelas mulheres foram a campanha Mais Mulheres no Poder: Eu assumo este compromisso e a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que será realizada nos dias 10 a 13 de maio, em Brasília (DF).  O encontro foi organizado pela Secretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas (SAIAT) da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (MMIRDH) com o apoio da Bancada Feminina do Congresso Nacional.

Também participaram da reunião as deputadas Flávia Moraes (PDT-GO) e Luciana Santos (PCdoB-PE), além de mulheres representantes de partidos e da secretária de Articulação Institucional e Ações Temáticas da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR), Rose Scalabrin.

Fonte: Claudia Guerreiro e SPM

Foto: Claudia Guerreiro