Encontro de Entes Federados defende mais participação política das mulheres

O encontro aconteceu hoje, 14/10, no Congresso Nacional e reuniu diversas representantes do legislativo brasileiro para debater o aperfeiçoamento do Pacto Federativo como estratégia em defesa dos direitos das mulheres.
14/10/2015 19:35

 

O encontro aconteceu hoje, 14/10, no Congresso Nacional e reuniu diversas representantes do legislativo brasileiro para debater o aperfeiçoamento do Pacto Federativo como estratégia em defesa dos direitos das mulheres.

Com a presença de senadoras, deputadas federais, deputadas estaduais e vereadoras de todo Brasil, o evento abriu espaço para as parlamentares mulheres defenderem projetos com intuito de ampliar a participação e representação política feminina no Parlamento.

A Procuradora da Mulher do Senado Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) presidiu a mesa e destacou a importância do evento como um marco para a discussão de projetos com a pauta feminina. “O trabalho conjunto da Bancada Feminina do Congresso Nacional permitiu a realização desse encontro onde buscamos defender o empoderamento das mulheres, por que não podemos mais aceitar essa sub-representação feminina no parlamento brasileiro” assinalou a senadora.

Eleonora Menicucci, secretária especial do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, alertou sobre a importância da representatividade das mulheres na política e pediu a aprovação do projeto de lei PL 7371/2014 que cria o Fundo Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres.

O senador Jorge Viana (PT-AC) representou o presidente do senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e afirmou que “a união de homens e mulheres possibilita a melhoria do Parlamento Brasileiro”. O parlamentar defendeu ainda uma maior representação feminina na política.

Também estiveram presentes no evento a primeira dama do Distrito Federal Márcia Rollemberg, senadoras, deputadas federais, deputadas distritais, deputadas estaduais e vereadoras que discutiram a Carta de Brasília com a manifestação de pacto estratégico em defesa dos direitos das mulheres.

Confira a Carta na íntegra: http://bit.ly/1VSRWAr