Fim da liberdade condicional para crimes graves

Maioria é a favor da possibilidade de extinção da liberdade condicional para condenados por crimes hediondos, tráfico de drogas, tortura ou terrorismo, proposta no PLS 542/2011. Dos 2.339 internautas que participaram da sondagem no site, somente 26% votaram contra a proposta.
16/05/2012 00:00
Fim da liberdade condicional para crimes graves

Foto: Antonio Cruz/Abr

O DataSenado realizou enquete para conhecer a opinião dos internautas sobre a possibilidade de extinção da liberdade condicional para condenados por crimes hediondos, tráfico de drogas, tortura ou terrorismo. Dos 2.339 internautas que participaram da sondagem no site do Senado, entre os dias 02 e 15 de maio, 74% manifestaram-se a favor da proposição, enquanto 26% votaram contra a proposta.

O PLS 542/2011, de autoria do então senador Reditário Cassol (PP-RO), primeiro-suplente do senador Ivo Cassol (PP-RO), tem por objetivo revogar alguns benefícios concedidos a condenados por crimes considerados graves. Entre outras medidas, o projeto prevê aumento dos prazos para haver progressão de regime, fim das saídas temporárias para condenados por crimes hediondos e a extinção do auxílio-reclusão.

Período: 02/05/2012 a 15/05/2012
Número de votos: 2.339
Você é a favor ou contra acabar com a liberdade condicional para condenados por crimes hediondos, tráfico de drogas, tortura e terrorismo (PLS 542/2011)?
registrado em: ,