Cirurgia plástica reparadora à mulher vítima de violência doméstica

Enquete realizada pelo DataSenado sondou a opinião dos internautas sobre cirurgia plástica reparadora à mulher vítima de violência doméstica, proposto no PLS 139/2010. A grande maioria, 94%, se disse favorável à garantia desse tipo de cirurgia, no âmbito do SUS.
21/03/2013 00:00
Cirurgia plástica reparadora à mulher vítima de violência doméstica

Foto: www.sxu.hu

Enquete realizada pelo DataSenado e Agência Senado, entre os dias 1º e 17 de março, sondou a opinião dos internautas sobre cirurgia plástica reparadora à mulher vítima de violência doméstica. O assunto é tratado no PLS 139/2010 de autoria do ex-senador Sérgio Zambiasi. A proposta altera a Lei Maria da Penha para garantir o direito à cirurgia plástica reparadora, no âmbito do Sistema Único de Saúde, à mulher vítima de violência doméstica, nos casos em que a agressão resulte em sequelas físicas.

Os internautas aproveitaram o espaço “Comente o Projeto” para encaminhar manifestações. "Uma ação para reparar um dano ou um trauma com certeza ajudará a amenizar a dor, é recuperar o fôlego da vida, um novo começo”, defendeu a cidadã Ana Paula Riveira Holsback, de Campo Grande/MS.

No total, 1716 opinaram sobre a possibilidade de oferecer o procedimento à mulher vítima de violência doméstica. A grande maioria, 94%, se disse favorável à garantia desse tipo de cirurgia, no âmbito do SUS. Por outro lado, 6% foram contra a proposta.

Período: 1/3/2013 a 17/3/2013
Número de votos: 1.716
Você é a favor ou contra garantir cirurgia plástica reparadora pelo SUS à mulher vítima de violência doméstica (PLS 139/2010)?


Os resultados da enquete representam a opinião das pessoas que votaram, não sendo possível extrapolá-los para toda a população brasileira.

registrado em: , ,