Proibição do desconto de falta causado por paralisação do transporte público

Resultados de enquete sobre o projeto de lei PLS 210/2014, prevê a proibição do desconto salarial de falta do trabalhador ocasionada por paralisação total do transporte público, revelam que 77% são a favor da proposta, enquanto 23% são contra.
17/04/2015 00:00
Proibição do desconto de falta causado por paralisação do transporte público

Foto: pixabay.com

Em enquete realizada pelo DataSenado, em parceria com a Agência Senado, dos dias 1º a 15 de abril, internautas opinaram sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) 210/2014, de autoria do Senador Jorge Viana (PT–AC), o qual prevê a proibição do desconto salarial de falta do trabalhador ocasionada por paralisação total, manifesta e evidente do transporte público.

Pergunta “Você é a favor ou contra projeto de lei que proíbe descontos no salário se o empregado faltar por causa de paralisação total do transporte público? (PLS 210/2014)”.

Os internautas foram convidados a opinar sobre a enquete teve a participação de 1060 internautas, dos quais 77% manifestaram-se a favor, enquanto 23% foram contra a proposta.

Essa proibição tem o objetivo de corrigir, segundo o autor do projeto, um desrespeito ao valor social do trabalho, um dos fundamentos da Constituição da República Federativa do Brasil. Isso na medida em que proíbe o desconto salarial de uma falta, não ocasionada pela vontade do trabalhador, quando da ocorrência de evidente e manifesta paralisação total do serviço de transporte público.

Período: 1/4/2015 a 15/4/2015
Número de votos: 1060
Você é a favor ou contra projeto de lei que proíbe descontos no salário se o empregado faltar por causa de paralisação total do transporte público? (PLS 210/2014)

Atenção: Os resultados da enquete representam a opinião das pessoas que votaram, não sendo possível extrapolá-los para toda a população brasileira.

registrado em: , ,